Estudantes criam bactéria que destrói plásticos nos oceanos

1742
Foto: Divulgação|Foto: Jeanny Yao
Foto: Divulgação|Foto: Jeanny Yao

Imagina uma bactéria que come plástico! Ela foi desenvolvida pelas estudantes Miranda Wang e Jeanny Yao.

O protótipo de bactéria é capaz de transformar plástico em CO2 e água.

A tecnologia está sendo utilizada de duas formas: para limpar as praias e também para produzir matéria-prima para confecção de tecidos.

“É praticamente impossível fazer com que as pessoas parem de usar plástico. Nós precisamos de tecnologia capaz de quebrar o material. Tudo deveria ser biodegradável”, disse Wang.

Prêmios

As estudantes têm cinco prêmios e ficaram famosas por serem a mais jovem a ganhar o prêmio Perlman de ciência, justamente por esta descoberta.

Elas trabalham na ideia desde os tempos do ensino médio em Vancouver, no Canadá.

Hoje as duas colhem os frutos e já possuem duas patentes, uma empresa e cerca de U$ 400 mil dólares de investimento inicial.

Miranda Wang e Jeanny Yao formaram uma empresa e chamaram amigos pra fundar a Biocellection.

Agora o time de cientista também inclui Alexander Simafranca, Eric Friedman e Daniel Chapman

Todos com vinte e poucos anos!

Jeanny Yao, Miranda Wang e Alexander Simafranca recebendo um dos prêmios pela Biocellection
Jeanny Yao, Miranda Wang e Alexander Simafranca recebendo um dos prêmios pela Biocellection

A bactéria

A tecnologia em desenvolvimento é composta por duas partes.

Primeiro o plástico é dissolvido e depois as enzimas de catalização quebram os componentes em pedaços mais maleáveis.

Esses componentes são colocados em uma estação biodigestora, em que tudo será compostado.

O processo leva, no máximo, 24 horas para acontecer.

Desde a descoberta as estudantes vem dando palestras pelo mundo sobre consciência ambiental.

Yao recentemente se formou na Universidade de Toronto e Wang está terminando seu último ano na Universidade da Pensilvânia em Biologia

Com informações do GreenestPost.