Começa festival de filmes para surdos e cegos: VerOuvindo

448
Foto: divulgação|Foto: divulgação
Foto: divulgação|Foto: divulgação

Começou nesta sexta-feira um festival de filmes com acessibilidade de comunicação para surdos e cegos.

São curtas e longas com audiodescrição e libras, para pessoas com deficiência visual e auditiva.

É a quarta edição do Festival VerOuvindo, no Recife.

“Este é um convite para vivenciar dez dias dedicados à fruição do cinema com acessibilidade comunicacional, em que as pessoas com ou sem deficiência têm a chance de experienciar, de interagir, de opinar e de sonhar com a sétima arte”.

Palavras de Liliana Tavares, idealizadora e coordenadora do VerOuvindo, que vai até o dia  30 desse mês.

O festival acontece em 3 salas: no Cinema São Luiz, Cinema do Museu e Paço do Frevo.

“A acessibilidade comunicacional foi estendida a todas as pessoas com deficiência sensorial, com a inclusão da legenda para surdos e ensurdecidos (LSE), ampliando o caráter de formação de público e contribuindo para experimentos das tecnologias assistivas na sala de cinema”.

A edição deste ano trouxe uma novidade.

“A premiação da Mostra Competitiva de Curtas com Audiodescrição ganhou uma categoria para iniciantes, fortalecendo o festival como espaço de exercício para produções em acessibilidade”.

A ideia também é atrair produtores iniciantes para Pernambuco, que pretende se firmar como referência na área da acessibilidade no audiovisual.

“Além de manter o formato da programação oferecida nas edições anteriores, incentiva mais fortemente a formação de profissionais da área da acessibilidade, com três oficinas, com uma master classe de uma profissional francesa, e com debates pós-sessão”.

Veja a programação completa do festival aqui no site do evento

O SóNotíciaBoa apoia o Festival VerOuvindo