Artistas gravam vídeos para menina com AME: HopeForAisha

1699
Faria
Faria

A solidariedade de artistas que gravaram vídeos – assista abaixo – e as doações de pessoas desconhecidas, estão fazendo o pai da menina Aisha voltar a ter esperança na vida e a acreditar na bondade do ser humano.

Mateus Leonardo Moura Souza, de 31 anos, estava descrente depois de perder o pai, o emprego e agora viver há 1 ano com a filha na UTI de um hospital no Rio Grande do Sul.

“Eu tinha perdido a fé na bondade das pessoas, pelas dificuldades que a gente passou. Mas com a história dela [Aisha], a solidariedade, essa ajuda [das pessoas] isso me motiva. Voltei a ter esperança”, disse Mateus em entrevista ao SóNotíciaBoa.

Urgente

A família precisa levantar rapidamente R$ 3 milhões para comprar um remédio que só tem nos EUA e pode salvar a vida de Aisha.

A menina de 1 ano e meio, já perdeu os movimentos das pernas, braços e mãos por causa da AME – Atrofia Muscular Espinhal tipo 1 – que agora está levando também o sorriso da criança.

O medicamento, chamado SPINRAZA, foi aprovado em dezembro do ano passado pela Food and Drug Administration (FDA) – agência que regula alimentos e drogas nos EUA – e precisa ser importado.

“Cada dose custa R$ 500 mil. O tratamento, com 6 doses dura 1 ano. O principal é ela sair do respirador. Ela não tem força mais pra respirar sozinha”, contou Mateus.

Ajuda de famosos

Para levantar o dinheiro, a família criou a campanha HopeForAisha – Esperança para Aisha – e está fazendo de tudo: vaquinha online, rifa, pedágios, vendendo camisetas… Só até agora conseguiu apenas R$ 57 mil. (Atualize aqui)

A esperança aumentou com a entrada de artistas que abraçaram a campanha com todo carinho, como Marco Luque (ex-CQC e atual Altas Horas), e os atores Reginaldo Farias e Roberto Birindelli.

Eles gravaram vídeos pedindo ajuda para Aisha e postaram em suas redes sociais (assista abaixo) que têm muitos seguidores.

“Marco Luque gravou e na hora postou no Instagram dele. Mais de 200 seguidores passaram a seguir a gente e fizeram pelo menos 200 doações”, lembra o pai de Aisha, emocionado.

Aisha - Foto: reprodução / Facebook
Aisha – Foto: reprodução / Facebook

História

No ano passado, quando tinha cinco meses, Aisha enfrentou uma pneumonia e, junto, recebeu o diagnóstico de atrofia muscular espinhal.

Desde então, a menina não saiu mais da UTI do Hospital de Caridade em Santa Maria, no Rio Grande do Sul.

Os pais, que são de outra cidade, São Gabriel, largaram tudo e se revezam para acompanhar o tratamento da filha em Santa Maria.

Gente do bem

Mateus estava ao lado da filha quando conversou com a reportagem do SóNotíciaBoa neste domingo, 11. Ele agradeceu muito pelo apoio e pela ajuda que vem recebendo.

“Tem muita gente boa. Existe solidariedade sim. Mesmo sem condições, nessa crise, as pessoas ajudam como podem. A maioria vem de São Paulo, Recife e do Rio Grande do Sul, mas agora a gente tem esperança que o Brasil inteiro ajude”. concluiu.

O SóNotíciaBoa apoia a campanha #HopeForAisha.

Como ajudar

A família de Aisha abriu diversas frentes de arrecadação para facilitar a sua doação.

Você pode transferir qualquer valor pelo Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, pelo Banrisul ou também mandar sua doação pelo PayPal e PagueSeguro.

Veja os links no site HopeForAisha.

Acompanhe a evolução de Aisha na página dela Facebook.

Se preferir acesse o Instagram, onde também são postados vídeos da pequena e dos artistas que estão ajudando na campanha.

Veja os artistas que gravaram até agora:

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNoticiaBoa.