Vizinho salva cadela em queda do 9º andar: Assista!

1803
Foto: Reprodução Câmera de Segurança
Foto: Reprodução Câmera de Segurança

Um vizinho salvou uma cadela que caiu do 9º andar de um prédio na Rua João Perone, no Jardim Nova Aliança, zona sul de Ribeirão Preto, interior de São Paulo.

Mel, da raça shitzu, tem um ano e meio. Ela atravessou o vão na sacada do apartamento onde vive e começou a andar no parapeito a 30 metros de altura.

O salvamento foi na última quinta-feira, enquanto a dona da cadelinha, estava no trabalho.

O vizinho João Augusto correu para ajudar depois de avistá-la em apuros da varanda do apartamento.

O zelador do prédio, Paulo Narciso, estava no edifício quando o vizinho chegou desesperado na portaria, pedindo para que o deixasse entrar no prédio, porque um cão estava enroscado no parapeito da sacada.

“Eu fiquei meio sem entender na hora, liberei o portão e saí acompanhando o rapaz. Chegamos lá e constatamos que a cachorra estava enroscada na grade e que iria cair. Eu subi no prédio, mas a proprietária não estava em casa. Quando desci, a moça da limpeza disse que a cachorrinha tinha caído e que ele a tinha pegado.”

Vídeo

Imagens das câmeras de segurança (vídeo abaixo) mostram o momento em que o homem fica com os braços erguidos e esticados até que Mel despenca da varanda e cai em cima dele.

O corpo de João Augusto amortece a queda da cadela, que sai correndo, enquanto o rapaz fica no chão.

“Ele ficou meio tonto com o peso da cachorrinha e caiu no chão. Ela saiu correndo feliz da vida, pois estava salva. Há sei anos que sou zelador e nunca tinha visto isso”, diz Narciso.

O herói

João Augusto afirma que ouviu o latido insistente da cadela, o choro e percebeu que tinha algo errado. Quando olhou pela janela do apartamento de onde mora, viu a cachorrinha pendurada e diz que só pensou em tentar salvá-la.

“Pedi uma toalha ou lençol para ajudar de alguma forma, mas não deu tempo. Em seguida, ela caiu do 9º andar. Eu sabia que não daria para segurá-la, mas tinha a consciência que eu poderia amortecer a queda”, diz.

O animal chegou a bater no peito, no braço e nas pernas do morador.

O peso

Segundo o físico George Cardoso, Mel, que pesa cinco quilos, atingiu uma velocidade de aproximadamente 50 km/h, causando um impacto de 200 quilos sobre João Augusto.

Apesar do susto, os dois não ficaram feridos.

“Fiquei alguns segundos no chão, mas foi de alívio. Eu acredito que eu estava no lugar certo e na hora certa. Fiz o que eu podia, o máximo para tentar ajudar. Foi uma ação em conjunto, com o pessoal da portaria, que agiu rápido, para ajudar a cachorra. Foi um final feliz”, afirma.

Após o acidente, a dona da Mel, que não quis se identificar, instalou redes de proteção na varanda do apartamento.

Veja a cena:

Com informações do G1