Curso de Felicidade chega à 3ª universidade brasileira

3307
UFPI - Foto: Wilson Filho / Cidadeverde.com|
UFPI - Foto: Wilson Filho / Cidadeverde.com|

Depois da UnB, em Brasília e da UFSM, no Rio Grande do Sul, agora a disciplina de Felicidade vai chegar à primeira universidade do Nordeste, a UFPI, Universidade Federal do Piauí.

A ideia, proposta pela professora, Doutora em Física, Carla Eiras, foi aceita pelo departamento de Engenharia de Materiais e será implantada a partir do próximo semestre.

“Além da questão da grande evasão do curso, a gente percebe que os alunos ficam muito isolados, ansiosos, com depressão. Alguns até me procuravam para conversar e chegavam a falar de suicídio”, disse a docente, que é coach em carreira acadêmica e estudiosa da área de desenvolvimento humano

As universidades brasileiras se inspiraram nas universidades de Harvard e Yale, nos Estados Unidos, precursoras da disciplina de Felicidade.

Falando nisso, o professor Ben Tal-Sharar, criador do curso de Felicidade em Harvard, dará uma palestra em São Paulo no próximo dia 20, quinta-feira, com apoio do SóNotíciaBoa. Veja detalhes aqui.

Como

A professora Carla buscou referências no livro “O jeito Havard de ser feliz”, de Shawn Achor, que explica como a Disciplina da Felicidade é ministrada na universidade americana e entrou em contato com o professor da UnB responsável pela matéria.

“A disciplina focará na inteligência emocional, que é extremamente esquecida no ambiente acadêmico, especialmente em cursos técnicos, como é o caso da Engenharia de Materiais. A gente vai trabalhar a conexão dos alunos com os outros e com eles mesmos”, afirmou a professora ao portal CidadeVerde.

“Eles se fecham dentro dos problemas, não mostram a vulnerabilidade. A disciplina vai trabalhar isso, tratar sobre resiliência, como enfrentar as dificuldades e se sentir grato. Eles sonham em entrar na faculdade, mas quando entram só enxergam as cobranças, não vêem mais o lado bom”, considera a coach.

A professora acredita que ministrar a disciplina vai proporcionar mais qualidade de vida aos alunos.

“Hoje em dia eu já tenho reservado um tempo na aula para conversar com eles e é incrível a transformação deles. Acho que os resultados serão praticamente imediatos”, diz, confiante.

A disciplina

A Disciplina da Felicidade será optativa, de 60 horas/aula e pode ser pega em qualquer período.

A avaliação da disciplina será a frequência – serão quatro horas de aula por semana – e a realização de atividades de desenvolvimento de jogos, músicas, e outras coisas que gerem felicidade.

“Será uma disciplina vivencial”, acrescenta Carla.

Mais do que transmitir conhecimento, os professores estão abrindo os olhos para um grave fenômeno, que não é só local, mas mundial – a saúde mental é um problema que ultrapassa o campus da UFPI.

Estudos mostram que 16% dos estudantes universitários de todo o mundo sofrem com algum tipo de transtorno psicológico.

Prof. Carla Eiras / Foto: Wilson Filho / Cidadeverde.com
Prof. Carla Eiras / Foto: Wilson Filho / Cidadeverde.com

Com informações do CidadeVerde

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube