Enceeja abre inscrições para quem quer terminar os estudos de graça

3881
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Notícia boa para quem não conseguiu terminar os estudos e quer tirar seu diploma. Estão abertas as inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos, Encceja 2019.

O candidato deve fazer a inscrição gratuitamente pela internet até o dia 31 de maio.

Jovens e adultos que não terminaram os estudos na idade adequada podem fazer o exame para obter a certificação de conclusão no ensino fundamental ou médio.

Para conseguir o certificado do ensino fundamental é preciso ter, pelo menos, 15 anos completos na data da prova.

Para o certificado do ensino médio, a idade mínima exigida é de 18 anos.

O exame será no dia 25 de agosto em 611 municípios.

Serão quatro provas objetivas, cada uma com 30 questões de múltipla escolha, e uma redação.

A nota mínima exigida para obtenção da proficiência é de 100 pontos nas provas objetivas e de cinco pontos na redação.

Quem conseguir a nota mínima exigida em todas as provas tem direito à certificação de conclusão do ensino fundamental ou do ensino médio.

Quem alcançar a nota mínima em uma das quatro provas, ou em mais de uma, mas não em todas, terá direito à declaração parcial de proficiência.

Apostilas

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibiliza na página do Sistema Encceja apostilas com material de estudo para os participantes de nível fundamental e médio.

Edital em Libras

A novidade desta edição será uma versão do edital em Libras.

Outra mudança é que o participante que já teve laudo médico aprovado em outras edições não precisa apresentar novo laudo durante a inscrição.

Participantes surdos, deficientes auditivos e surdocegos devem indicar, durante a inscrição, se usam aparelho auditivo ou implante coclear.

Desta vez, será preciso justificar o motivo de ausência na edição anterior, de 2018.

Com informações da AgênciaBrasil e Metrópoles

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube