Idoso usa fortuna secreta e paga faculdade de 33 desconhecidos

7227
Dale Schroeder - Fotos: KCC18 e CBS
Dale Schroeder - Fotos: KCC18 e CBS

Veja que história incrível! Um idoso humilde, que não tinha esposa nem filhos, ajudou a vida de 33 pessoas desconhecidas com sua fortuna secreta. E agora ele recebeu uma homenagem.

O nome dele é Dale Schroeder, um homem simples de Iowa, nos EUA, que trabalhou como carpinteiro na mesma empresa por 67 anos.

Quando ele morreu em 2005, ninguém poderia imaginar o quanto Schroeder era rico. Quietinho ele juntou uma fortuna de 3 milhões de dólares, mais de 11 milhões de reais.

“Ela ia trabalhar todos os dias. Trabalhava muito duro. Era frugal – econômico.”, disse Steve Nielsen, um amigo dele, à KCCI-TV, afiliada da CBS Des Moines.

Homenagem

Schroeder pagou as mensalidades da faculdade de 33 universitários desconhecidos.

O grupo, que se apelidou de “os filhos de Dale”, se reuniu no início deste mês para homenagear o homem que mudou suas vidas.

Eles agora são médicos, professores, terapeutas e amigos.

Há apenas uma coisa que Schroeder pediu em troca. “Tudo o que pedimos é que você passe [a bondade] para a frente”, disse Nielsen.

“Você não pode passar de volta, porque Dale se foi, mas você pode se lembrar dele e pode imitá-lo”, lembrou.

História

Schroeder economizou uma fortuna ao longo dos anos. Ele não tinha descendentes vivos, então antes de morrer, ele foi ao seu advogado e levou um plano para o seu dinheiro.

“Ele disse: ‘Eu nunca tive a oportunidade de ir para a faculdade. Então, eu gostaria de ajudar as crianças a irem para a faculdade'”, contou Nielsen.

Schroeder tinha dinheiro suficiente para mandar dezenas de garotos para a faculdade.

“Finalmente, fiquei curioso e disse: ‘Quanto estamos falando, Dale?’ E ele disse: ‘Oh, pouco menos de $ 3 milhões’ – mais de R$ 11 milhões – Quase caí da cadeira – lembrou Nielsen.

A maior parte desse dinheiro foi para o fundo de bolsas de estudo de Schroeder, que ajudou futuros professores, médicos e terapeutas a realizar seus sonhos de fazer o ensino superior.

Beneficiados

Pessoas que ele sequer conhecia foram beneficiadas. Kira Conard foi uma delas.

No ensino médio, ela teve notas para cursar a faculdade, mas não o dinheiro.

“Eu cresci em uma família monoparental e eu tinha três irmãs mais velhas, então não dava para pagar para todos nós quatro “, contou.

Schroeder deixou instruções específicas para seu dinheiro: mandar crianças de Iowa para a faculdade.

“Ele queria ajudar as crianças que eram como ele, que provavelmente teriam a oportunidade de ir para a faculdade” explicou Nielsen.

https://youtu.be/HozZ3HstWhU

Com informações da CBSNews

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtub