Alunos encenam peça em hospital para crianças doentes: vídeo

788
Foto: Mariana Branco|Fotos: Mariana Branco||
Foto: Mariana Branco|Fotos: Mariana Branco||

Uma tarde de alegria e teatro para crianças doentes de um hospital em Brasília. Alunos do 5º anos do Colégio Seriös, uma escola particular da capital federal, encenaram a peça “Os Saltimbancos” no Hospital da Criança de Brasília, o HCB.

A peça, que é um musical baseado no conto infantil “Os músicos de Bremen”, dos irmãos Grimm, foi dedicada exclusivamente aos pequenos pacientes do hospital, que é um centro especializado em doenças graves.

A versão brasileira tem canções de Chico Buarque e conta a história de um grupo de animais: um jumento, um cachorro, uma gata e uma galinha, que descobrem que juntos são mais fortes. Os pequenos na plateia riram e bateram palmas com as canções.

Antes da peça, os alunos ainda cantaram músicas de natal para os pacientes.(vídeo abaixo)

Reação

Erick dos Santos Nascimento, de 2 anos, ficou atento às cores e a música do espetáculo.

No colo da mãe, Aline Nascimento, 30 anos, ele seguia atentamente todos os movimentos das crianças que se apresentavam.

Há seis meses, Erick foi diagnosticado com Síndrome de West, um tipo raro de epilepsia que se inicia na infância.

O menino faz fisioterapia e acompanhamento com geneticista, neurologista e fonoaudiólogo. Para garantir que ele faça o tratamento, Aline vem a cada 15 dias de Monte Alegre de Goiás, uma cidade a 395 quilômetros de Brasília.

“Eu venho com um veículo da prefeitura. Já precisei vir uma vez por semana, logo que ele foi diagnosticado”, conta a mãe. Segundo Aline, apresentações como a de “Os Saltimbancos” ajudam a ela própria. “É importante se distrair, porque a gente já está um ambiente hospitalar. É penoso”, diz.

As apresentações culturais de voluntários são comuns no hall central do ambulatório, enquanto famílias e pacientes com doenças oncológicas, hepáticas e síndromes raras aguardam atendimento.

A médica Luciana Monte, da Pneumologia do HCB, explica que a intenção é proporcionar mais qualidade de vida a quem precisa do hospital.

“São famílias que estão nessa situação de crianças com doenças de muita gravidade, algumas incuráveis. E as crianças precisam conviver com essas doenças. Então, a gente precisa trazer qualidade de vida, trazer esse lado feliz para o hospital. Não pode ser um hospital triste. A maior parte da semana tem atividades culturais. Muitas vezes, as pessoas pensam que só se pode doar dinheiro. Mas você vir aqui e doar o seu tempo é uma coisa grandiosa. Marca a vida dessas famílias”, comenta a médica.

Empatia e gratidão

“A gente queria trazer leveza e alegria às crianças e, ao mesmo tempo, proporcionar às nossas uma experiência de solidariedade e empatia”, diz Vanessa Araújo, diretora pedagógica do Colégio Seriös.

Para Maria Fernanda Broad, 11 anos, uma das garotas que representou a gata em “Os Saltimbancos”, foram momentos para guardar na memória. Ela já tinha participado da peça antes, mas em uma apresentação para os pais no colégio.

“Fiquei muito feliz em ajudar as crianças a se sentirem amadas. Acho que muitas não podem ir ao teatro e ao cinema, então é muito bom a gente poder vir para cá e trazer uma peça para elas”.

Presentes

Além da apresentação, o colégio doou cinco tablets, livros e brinquedos ao hospital.

A equipe do Seriös Social, responsável pelas doações, apresentou ainda um coral para as crianças do HCB. Com gorros de Papai Noel, a equipe cantou a música Heal the World, de Michael Jackson.

O Hospital tem um serviço de voluntariado.

Para participar e pegar informações ligue: 61.3025 8510 ou 3025 8368.

Fotos: Mariana Branco
Fotos: Mariana Branco

teatro_doentes3 teatro_doentes2

A cantata de natal para as crianças:

Por Andréa Fassina, da redação do SóNotíciaBoa – com informações do Colégio Seriös

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube