Jovem do campo, que viajava 100km para estudar, passa em medicina

Lucas Ribeiro - Foto: arquivo pessoalLucas Ribeiro - Foto: arquivo pessoal

É impressionante a determinação desse jovem brasileiro do campo para realizar o sonho de estudar. E ele conseguiu! Lucas Ribeiro de Sousa, de 20 anos, foi aprovado para cursar medicina na Universidade Federal do Ceará (UFC).

Lucas é da zona rural do Ceará. Durante um ano inteiro ele acordou as 3:30 da madrugada para viajar sozinho de Horizonte até Fortaleza: 50 km para ir e 50km para voltar. No total, o itinerário diário dele era de 106 quilômetros.

Além da distância, Lucas conta que nem sempre tinha dinheiro para pagar as passagens de ônibus e revela que estudava com material emprestado.

“Eu tive muito apoio, tanto familiar quanto do curso, porém eu não tinha o material necessário para estudar em casa, só consegui através de uma amiga que já tinha estudado no mesmo local”, disse.

Para conseguir algum dinheiro e ajudar a família, Lucas Ribeiro dava aula particular e recebia R$ 70 por mês dos alunos de reforço.

“Era muito gasto para nossa família. Era tirar dinheiro de onde não tinha para pagar a condução, além dos gastos diários com alimentação. Já aos sábados, quando havia aula, eu não podia ir. Era financeiramente inviável”, relata.

A virada

O esforço diário de Lucas teve recompensa.

Ele somou 742,14 pontos e obteve a 21º posição da lista de aprovados do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) para o curso de medicina na universidade escolhida, a UFC.

Após a matrícula, Lucas não vai mais precisar viajar todos os dias entre Horizonte e Fortaleza.

Ele conseguiu uma moradia na capital cearense.

“Uma amiga da minha mãe ofereceu a moradia. Com isso já ajuda, mas eu espero receber o auxílio da UFC, além de trabalhar nos laboratórios para, então, conseguir me estabilizar de verdade”, concluiu.

Com informações do G1

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.