Aluno que vendeu brigadeiro para pagar cursinho passa em medicina

Lucas Carvalho - Fotos: reprodução / TVGlobo
Lucas Carvalho - Fotos: reprodução / TVGlobo

O esforço valeu! Lucas Carvalho pagou cursinho vendendo brigadeiro e agora foi aprovado em Medicina na UnB, Universidade de Brasília.

O jovem, de 17 anos, é morador do Sol Nascente, uma das maiores favelas do Brasil. Ele passou em 2º lugar pelo sistema de cotas para estudar no campus de Brasília.

Lucas conta que antes sonhava em ser músico, mas mudou de ideia depois de quebrar o braço em 2016 e passar a madrugada em um hospital com a mãe. Lá ele descobriu um carinho especial pela profissão de médico, ao ver tantas pessoas precisarem de ajuda.

“Quando eu entrei no hospital, eu falei assim: essas pessoas precisam de um médico, de alguém que conheça a realidade delas”, disse ao G1.

O problema era pagar um cursinho preparatório para disputar uma vaga no curso mais concorrido do Processo Seletivo de Avaliação Seriada (PAS) da UnB – 82 alunos por vaga.

Brigadeiro

Lucas começou a vender brigadeiros para pagar o cursinho e ajudar nas despesas de casa.

Hoje o estudante vende os doces na porta da escola, nas ruas e pelas redes sociais. Isso fez crescer a renda da família, que era de R$ 1,2 mil.

Agora o jovem empreendedor recebe encomendas para festas, casamentos e aniversários.

Estudos

Além do cursinho, Lucas mantinha uma rotina de estudos em casa, e tinha como inspiração um livro médico que ganhou.

“Eu olhava para ele [o livro] todos os dias, e pensava: um dia eu realmente vou usar isso aqui. Eu vou ser médico”, revelou.

Ele é filho da doméstica Ana Paula Carvalho, que não teve oportunidade de continuar os estudos.

“O estudo para mim e para ele, hoje significa tudo. Eu não terminei meus estudos, só fiz até a 5ª série”, contou a mãe.

“Eu falava para o Lucas: ‘eu não tenho estudo, mas você vai ser uma pessoa que Deus vai honrar”, concluiu.

Com informações do G1

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube