Hambúrguer de caju da Embrapa chega ao mercado

Foto: EmbrapaFoto: Embrapa

O “Novo Burguer” brasileiro, feito de fibra de caju, já está sendo vendido, inicialmente, em uma rede supermercados do Rio de Janeiro.

O produto desenvolvido por uma equipe de pesquisadores da Embrapa, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, tem na fórmula fibra de caju, proteína de soja, cebola, tomate, pimentão, corante natural e temperos.

Ele garantem que a sensação ao comer é similar à da carne. Os pesquisadores começaram a trabalhar nessa alternativa à carne animal em 2007.

Janice Ribeiro Lima, responsável pelo hambúrguer de caju explica que a intenção “não é que as pessoas parem de comer carne, mas dar mais uma opção”.

Ela conta que produção de produtos com proteína vegetal pode ser menos onerosa do que a proteína animal, especialmente no caso do Novo Burguer, que utiliza o bagaço do caju, geralmente eliminado pela indústria de suco, ou revendido para alimentação de animais.

Flexitarianos

As pessoas que consomem o hambúrguer vegetal estão sendo chamadas de “flexitarianos”, indivíduos que, apesar de gostarem de carne, querem balancear a dieta e querem reduzir o consumo do produto de origem animal.

“Eles são diferentes dos vegetarianos ou veganos, que não gostam do sabor da carne, e não querem alimentos que simulem a carne,” explica a pesquisadora Janice Ribeiro Lima, responsável pelo desenvolvimento do Novo Burguer.

Janice Lima e seus colegas já desenvolveram outros produtos similares, como o hambúrguer de fibra de caju e de feijão de corda para vegetarianos e também substitutos para rechear coxinha de galinha e bolinho de siri.

Mercado

Como a escala inicial de produção ainda é pequena, o produto é mais caro do que o hambúrguer tradicional, mas isto poderá mudar, caso o Novo Burguer tenha aceitação no mercado.

O produto é fabricado e comercializado pela Sottile Alimentos, que licenciou a tecnologia da Embrapa.

Com informações do Diário da Saúde

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.