Armani faz macacão para médicos e doa R$ 11 milhões: coronavírus

Foto: Cristiano Corvino/Reuters
Foto: Cristiano Corvino/Reuters

A grife Armani deixou de produzir roupas para fazer macacões pra médicos italianos.

O anúncio feito esta semana diz que todas as fábricas da marca na Itália vão começar a produzir macacões médicos descartáveis.

O esforço é para ajudar os agentes de saúde durante a crise do coronavírus.

A falta de equipamentos de proteção e outros dispositivos médicos é um dos maiores problemas no sistema de saúde da Itália.

Isso acontece desde o final de fevereiro, quando o contágio do covid-19 veio à tona na Lombardia, região rica do norte do país.

Mais dinheiro

A grife administrada pelo estilista Giorgio Armani vai doar mais dinheiro para o combate à doença.

Serão 2 milhões de Euros – mais de 11 milhões de reais – e não mais 1,25 milhão de euros como anunciado anteriormente.

O dinheiro vai para hospitais italianos para ajudá-los a enfrentar a emergência do vírus.

Com informações da Exame

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no: