DiCaprio arrecada US$ 13 milhões para alimentar quem têm fome nos EUA

Leonardo Dicaprio/Oscar 2020 - Foto: Robyn Beck/AFP/Getty Images
Leonardo Dicaprio/Oscar 2020 - Foto: Robyn Beck/AFP/Getty Images

Leonardo DiCaprio e gigantes dos EUA já levantaram mais de US $ 13 milhões – R$ 68 milhões – para alimentar pessoas que têm fome nos EUA, após o fechamento de postos de trabalho no país provocado pela pandemia do coronavírus.

O dinheiro está sendo levantado pela campanha America’s Food Fund, que o ator lançou na semana passada no GoFoundMe, com meta de arrecadar US $ 15 milhões.

Já participam da ação de solidariedade Laurene Powell Jobs, viúva de Steve Jobs, a Apple, a Ford Foundation e a estrela da televisão americana Oprah Winfrey, que doou um milhão de dólares.

“Nos bairros e comunidades de todo o país, a fome é um problema que as pessoas, incluindo famílias e crianças, enfrentam todos os dias. Nossas populações mais vulneráveis – crianças que não vão à escola e dependem de programas de merenda escolar, famílias de baixa renda, idosos e pessoas que enfrentam interrupções no trabalho – enfrentam grandes barreiras para obter acesso seguro e consistente com as refeições”, diz a página da campanha no GoFoundMe.

O America’s Food Fund apoiará duas associações que alimentam as populações do mundo: Feeding America e World Central Kitchen (WCK).

A World Central Kitchen é liderada pelo chef renomado José Andrés, que já está na vanguarda do fornecimento de refeições para pessoas carentes após desastres em todo o mundo.

A WCK já está ajudando a fornecer refeições durante a emergência do coronavírus para passageiros em quarentena de navios de cruzeiro e, desde então, expandiu sua missão para ajudar até as pessoas mais vulneráveis por meio de distribuição móvel em várias cidades americanas: Nova York, Newark, Miami, Los Angeles, Oakland, Nova Orleans, Little Rock e Washington, DC.

“Em tempos de necessidade, um prato de comida é um alimento vital e uma mensagem de esperança da comunidade”, disse José Andrés.

A Feeding America, por outro lado, é a maior organização nacional contra a fome e atende a mais de 40 milhões de americanos todos os anos por meio de sua rede de 200 bancos de alimentos.

“Diante dessa crise, organizações como a World Central Kitchen e a Feeding America nos inspiraram com seu compromisso constante em alimentar as pessoas mais vulneráveis e necessitadas. Agradeço a elas pelo incansável trabalho na linha de frente, elas merecem todo o nosso apoio”, concluiu DiCaprio.


View this post on Instagram

In the face of this crisis, organizations like World Central Kitchen and Feeding America have inspired us all with their unwavering commitment to feed the most vulnerable people in need. I thank them for their tireless work on the frontlines, they deserve all of our support. Today, along with Laurene Powell Jobs, @Apple and the @fordfoundation, we helped launch America’s Food Fund. The Fund is designed to help our most vulnerable, including children who rely on school lunch programs, low-income families, the elderly, and individuals facing job disruptions. 100% of donations will go to @FeedingAmerica and @WCKitchen. We know that asking for monetary donations is challenging for many people right now, but if you are able, please join me in donating at: GoFundMe.com/AmericasFoodFund (see link in bio). #AmericasFoodFund #Coronavirus #FeedingAmerica #ChefsforAmerica #WorldCentralKitchen

A post shared by Leonardo DiCaprio (@leonardodicaprio) on

Com informações do USAToday

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no: