SAMU faz surpresa pra menina que mandou bilhete carinhoso: “anjos”

Profissionais do Samu com Maria Eduarda - Foto: divulgação
Profissionais do Samu com Maria Eduarda - Foto: divulgação

Uma troca de homenagens, carinho e gentilezas. Foi o que aconteceu entre uma menina de 8 anos e uma equipe do SAMU de Planaltina, no Distrito Federal.

Decidida a homenagear os profissionais da saúde, que se arriscam na linha de frente, a menina Maria Eduarda, de 8 anos de idade, fez um cartãozinho em formato de coração e escreveu: “Obrigado, anjos da área da saúde! Que Deus abençoe você e sua família. Gratidão.”

Emocionados com a homenagem tão singela, os profissionais da saúde do SAMU decidiram retribuir o carinho com uma surpresa. A equipe pediu autorização à chefia e foi até a casa da Maria Eduarda, com as sirenes da ambulância ligadas. (vídeo abaixo)

Quando viu, a garotinha não acreditou que aquilo estava acontecendo.

“Fiquei feliz, emocionada e um pouquinho tímida. Foi demais, inesquecível”, disse Maria Eduarda.

A importância

Para alguns, a homenagem da menina pode parecer singela, mas significou muito para os profissionais, que vêm passando por momentos tensos.

“Estamos passando por uma fase muito difícil. Essa pandemia está prejudicando muito o nosso emocional. E vermos uma criança reconhecendo isso, foi de uma emoção tão grande que é até difícil de explicar”, disse emocionada a técnica de enfermagem Najara Guimarães.

A ideia

Maria Eduarda lembra que a ideia de mandar a homenagem surgiu depois de um desafio proposto pelo Acamp jovem – um acampamento on-line organizado pela Igreja Adventista do Sétimo Dia de Brasília – do no qual ela participou.

O acampamento incentivou mais de três mil crianças participantes a tomarem decisões baseadas em princípios e valores.

Maria Eduarda diz que o cartão, com a mensagem, foi a forma que encontrou para expressar a gratidão dela aos profissionais da saúde, que diariamente têm arriscado suas vidas para salvar pessoas.

“Eu fiz o cartãozinho e enviei para os profissionais da saúde, que fizeram uma visita em minha casa, muito emocionante. Eles ligaram as sirenes, desceram, agradeceram e falaram da importância do carinho com os profissionais da saúde”, contou a menina.

Emoção

A mãe da menina, Roberta Freire, conta que também se emocionou com a atitude da filha.

“Eu senti emoção e gratidão pelo carinho da Maria Eduarda para com esses profissionais que merecem todo o reconhecimento e apoio. Uma das palavras dela que me derrubaram na emoção foi: ‘eu quero agradecer por vocês cuidarem de quem precisa de atenção, os doentes’”, lembrou a mãe.

O técnico de enfermagem João Batista também estava no plantão no dia da homenagem e disse que a menina ficará marcada na lembrança da equipe.

“Nessa época de pandemia, as pessoas se afastam e se isolam. No caso da Maria Eduarda, ela queria que estivéssemos juntos. Pena não poder abraçá-la. Mas o carinho e a gratidão ficaram explícitos”, concluiu.

Assista como foi a homenagem:

Maria Eduarda e a mãe - Foto: divulgação
Maria Eduarda e a mãe – Foto: divulgação

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa