Talento, incentivo e oportunidade mudaram vida de 22 mil jovens da periferia

Natiele, Laíza e Dougas - Fotos: reprodução / Youtube
Natiele, Laíza e Dougas - Fotos: reprodução / Youtube

Tem tanto talento escondido nesse Brasil!A modelo Natiele Alves, de 25 anos, saiu da periferia de Betim, Minas Gerais, para desfilar em diversos países pelas passarelas de grandes marcas como a Dolce & Gabanna, em Milão. (vídeo abaixo)

A atleta Laíza Gonçalves Serpa – que conheceu o atletismo, após participar das atividades de esportes no Jardim Teresópolis – já alcançou excelentes resultados em competições de rendimento.

O Douglas Rodrigues da Silva, de 14 anos, é um garoto autodidata, com talento incrível para música, que aprendeu a tocar em um aplicativo de celular e hoje estuda piano e sonha em tocar em uma orquestra. Em comum eles tinham a comunidade onde moram, a juventude, o talento e a falta de incentivo e oportunidade.

Tinham, porque felizmente a trajetória de vida desses três brasileiros mudou depois que participaram do Instituto Árvore da Vida, que existe há 15 anos e já transformou a história de mais de 22 mil jovens.

E para comemorar esses 15 anos, uma websérie conta a trajetória desses três brasileiros, que venceram e estão brilhando.

Os vídeos

O primeiro vídeo da série é um teaser, que conta um pouco dos sonhos e da história dos três: Natiele, Laíza e Douglas.

Os outros episódios mostram com detalhes quem são, de onde vieram, o que esperavam da vida e o que cada um deles tem se tornado.

A webserie foi feita pela FCA Latam – Fiat Chrysler Automóveis – em parceria com produtora Conspira+.

O projeto

Criado em 2004 para ajudar no desenvolvimento social da comunidade do Jardim Teresópolis – região localizada em frente ao Polo Automotivo Fiat, em Betim – o Árvore da Vida nasceu como projeto social da Fiat e em 2017 se tornou independente.

Hoje, o o Instituto Árvore da Vida (IAV) é uma associação sem fins lucrativos composta e gerida por integrantes da comunidade, que leva atividades sócio culturais, capacitação profissional, apoio ao empreendedorismo e ao desenvolvimento da comunidade.

Pesquisas mostram que os jovens que passam pelas atividades do Instituto têm 3,6 vezes mais chances de continuar a estudar e uma probabilidade 4,8 vezes maior de se formar em um curso superior.

“Sempre com muito orgulho celebramos os frutos deste trabalho de qualidade que o Árvore da Vida realizou em seus mais de 15 anos de existência. Por não ser uma intervenção pontual, mas uma transformação consistente junto à comunidade do Jardim Teresópolis, esta iniciativa consegue o êxito de já ter transformado a trajetória de milhares de jovens da região”, disse Fernão Silveira, Diretor de Comunicação Corporativa e Sustentabilidade da FCA para o América Latina.

Assista ao primeiro episódio:

Assista aos outros episódios aqui.

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa