“Discurso de Ódio Mata!” Campanha espalha amor nas redes

Discurso de Ódio Mata - Arte: Marcelo Mendes
Discurso de Ódio Mata - Arte: Marcelo Mendes

Vamos espalhar amor em vez de ódio nas redes! Uma campanha em tom de alerta será lançada este mês no Rio de Janeiro pra ver se o brasileiro acorda e volta a ser aquele povo alegre, da paz e do amor.. E não estamos falando de política aqui, mas de gente que ataca gente nas redes.

Nossa população, que nasceu da mistura de índios, portugueses, italianos, africanos, holandeses, japoneses… vive tempos de preconceitos, como se negasse seu próprio passado. Pior: não se tocou que esse ódio incentiva a violência contra pessoas leva à morte.

A campanha “Discurso de Ódio Mata” traz ilustrações lúdicas sobre essa raiva doentia, que vem sendo disseminada no Brasil. São discursos de racismo, machismo e homofobia, que andavam escondidos mas “saíram do armário” e ganharam uma força covarde nas redes sociais.

Um ódio que mancha o espírito de alegria, diversidade e hospitalidade do brasileiro, elogiado no mundo inteiro.

Sim, a antiga “língua ferina” – traduzida no dicionário como “que profere palavras que ferem alguém, comentário maldoso” – deu lugar ao “dedo ferino” que digita e espalha nas redes pensamentos contrários ao bíblico: “Amem-se uns aos outros como eu os amei”.

E talvez algumas dessas pessoas nem percebam que o ódio que ajudam a espalhar, com suas palavras e pensamentos nefastos, serve de incentivo para aumentar a violência e morte de mulheres (machismo), pretos (racismo) e gays (homofobia).

A campanha “Discurso de Ódio Mata” foi feita pela a agência de publicidade 3AW em parceria com a ONG NÓIZ.

“Todo mundo é igual quando o assunto é amor. As diferenças são diversas, mas todo mundo tem o direito de sonhar”, disse André Melo, da ONG NÓIZ, em entrevista ao SóNotíciaBoa.

A campanha

A campanha, que será lançada no próximo dia 15, faz esse alerta e vai espalhar ilustrações pra mostrar o poder ferino das palavras, que podem atingir as pessoas como um soco… e apavorar e matar como uma faca ou um revólver.

As imagens da campanha serão espalhadas pelas redes sociais, em um grande painel na comunidade Cidade de Deus, no Rio de Janeiro e também estarão estampadas em camisetas, que terão a venda revertida para a ONG NÓIZ, que ajuda moradores da região.

Junto com as ilustrações serão divulgados números da violência que o discurso de ódio ajuda a “financiar”.

MACHISMO: Discursos de ódio foram um incentivo para que mais de 3700 mulheres fossem mortas por seus maridos ou companheiros no último ano. Machismo mata. Combata os discursos de ódio.

RACISMO: Discursos de ódio contribuíram para que 75,5% das vítimas de assassinato em 2019 fossem pessoas pretas. Racismo mata. Combata os discursos de ódio.

HOMOFOBIA: Discursos de ódio colaboram para que uma pessoa seja assassinada pela sua orientação sexual, a cada 16h no Brasil. Homofobia mata. Combata os discursos de ódio.

A campanha da agência 3AW tem ilustrações de Marcelo Mendes, direção de arte de Moa Marques, redação e direção de criação de Roberto Sá filho.

Discurso de Ódio Mata - Arte: Marcelo Mendes
Discurso de Ódio Mata – Arte: Marcelo Mendes
Discurso de Ódio Mata - Arte: Marcelo Mendes
Discurso de Ódio Mata – Arte: Marcelo Mendes

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa