Sabe harmonizar vinho com pratos doces e salgados? Aprenda no celular

Pizza com vinho - Foto: Luis herdt / Unsplash
Pizza com vinho - Foto: Luis herdt / Unsplash

Chega de dúvidas na hora de decidir qual o melhor vinho para acompanhar uma pizza, uma carne, um fondue, ou um prato doce.

Já é possível sair da indecisão usando o celular, em casa, antes de comprar a garrafa, ou de fazer o pedido no restaurante.

Quem ensina é o jornalista Rodrigo Leitão, que fez cursos no renomado britânico Wine and Spirit Education Trust, na Associação Brasileira de Sommeliers – ABS-Brasília – e desde 2003 se dedica ao mundo da enogastronomia.

Ele decidiu compartilhar os conhecimentos e experiências que teve nas últimas décadas em um e-book – livro pra acessar pela internet – e deu um spoyler para os leitores do SóNotíciaBoa:

Vinho para acompanhar pizza
Priorize vinhos italianos, geralmente gastronômicos e com acidez apropriada para acompanhar os ingredientes básicos de uma pizza: massa, queijo e molho de tomate. Prefira um vinho de corpo mediano, como os chiantis de entrada, ou um Barbera sem madeira e fazem boa companhia às pizzas. Este último poderá acompanhar praticamente todas as receitas de pizzas.

Vinho para acompanhar Fondue
A fondue tradicional usa queijos gruyère e emmenthal. Geralmente, esses queijos caem muito bem com vinhos tintos de pouco tanino. O melhor é vinho que não passe por madeira, como os Pinot Noir, Bonardas, Marselan, os jovens vinhos portugueses e até alguns crianzas espanhóis, de uva Tempranillo. Merlots leves (11% de álcool), que ficam muito bons com o gruyère e o emmenthal.

Espumante também combina com carne!
Muita gente duvida disso, mas fraldinha, bife ancho, acém, bife de chorizo e picanha podem, sim, ser harmonizados com espumante. Nesse caso, cabem tanto o brut como o brut rosé, além do extra-brut e do nature. Espumante combina com carne grelhada, porque a acidez faz as vezes do tanino, cortando as gorduras das carnes. É exatamente a acidez dos espumantes que favorece a harmonização com grelhados, carne vermelha, frango, peixes e frutos do mar em geral.

O livro

Essas e outras dicas estão no e-book, onde Rodrigo Leitão ensina como harmonizar vinhos com pratos simples e sobremesas. Ele explica que é um livro técnico, para iniciantes, estudantes e demais curiosos do mundo do vinho.

“Essa é uma obra de confraria. É um guia prático e para iniciantes, mas isso não impede que estudantes de gastronomia aprendam a harmonizar com uma boa noção sobre vinho e comida”, disse Rodrigo ao SNB.

“Serve para todos, porque trata desde as principais uvas, os espumantes, a importância das taças, até uma breve história sobre o vinho e, principalmente, como combiná-lo com a comida.”

Rodrigo começou em 2016 a desenvolver o livro Dicas Para Harmonizar Vinhos – Guia Prático Para Acompanhar Pratos Doces e Salgados (Para Iniciantes) e revela que contou com consultores gabaritados no assunto.

A consultoria gastronômica é do chef Emerson Mantovani (ex-Trio Gastronomia e hoje no comando do Reserva Wine Bar na cidade do Porto, em Portugal).

A consultoria enológica é do professor Antonio Matoso Filho, diretor da ABS-Brasília e o prefácio vem assinado pelo enólogo Adolfo Lona.

“São meus padrinhos nesse segmento, juntamente com meu amigo Paulo Kunzler, cujo trabalho com espumantes baseou todo o capítulo desta bebida no livro”, lembra Rodrigo Leitão.

O e-book tem 57 páginas e traz um glossário de termos técnicos. Ele pode ser comprado aqui.

O preço é de R$ 39,90 e o leitor ainda recebe dois bônus: um com 20 Receitas Para Fazer em Casa e outro com Dez Drinks Para Apreciar Com Os Amigos.

SERVIÇO
Dicas Para Harmonizar Vinhos – Guia Prático Para Acompanhar Pratos Doces e Salgados – Selo Para Iniciantes.
Editora Sucesso Comunicação, 1ª edição.
Preço de lançamento: R$ 39,90. (Acompanham dois livros bônus de receitas)
Para comprar, clique aqui

Foto: divulgação
Foto: divulgação
Rodrigo Leitão - Foto: divulgação
Rodrigo Leitão – Foto: divulgação

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa