Indiano cria obras de arte com a máquina de escrever. Vídeo

Foto: reprodução Twitter
Foto: reprodução Twitter

Um artista indiano, de Bengaluru, cria retratos impressionantes em sua máquina de escrever, como se fossem pinturas.

Segundo o ex-bancário AC Gurumurthy, a ideia era criar algo “novo”, quando começou a usar uma máquina de escrever para criar obras de arte.

Ele agora ele pretende entrar Guinness Book Of World Records.

Descoberta

O artista disse que sua descoberta veio em 1968, quando o senador americano Robert Kennedy foi assassinado e ele decidiu criar um retrato usando uma máquina de escrever. Depois disso o trabalho dele foi publicado em vários jornais.

“Essa foi minha grande descoberta na minha vida. Daquele dia em diante comecei a fazer tentativas regulares em máquinas de escrever e fiz 250 a 300 desenhos até agora”, explicou.

Entre as obras, estão personalidades mundiais como Mahatma Gandhi, Madre Teresa e Nelson Mandela, além dos renomados atores Bruce Lee e Charlie Chaplin.

Treinamento profissional

Gurumurthy tem treinamento profissional em máquina de escrever por causa do tempo em que trabalhou em finanças e pôde digitar até 90 letras por minuto.

Agora ele usa seu talento para perseguir a paixão pela arte. O homem pode criar um retrato em cerca de três horas.

O processo começa com um esboço inicial do tema e, em seguida, ele coloca o papel na máquina de escrever e digita o retrato, letra por letra.

Ele explicou que o sombreamento é produzido variando a pressão que ele aplica no teclado e deixando espaços em branco.

Veja que impressionante:

Com informações do Indian Times