Prefeito assume cargo e reduz próprio salário em 92%: igual ao povo

9811
Tiago Dias, prefeito de Jacobina - Foto: divulgação
Tiago Dias, prefeito de Jacobina - Foto: divulgação

O prefeito eleito de Jacobina, no Norte da Bahia, assumiu o mandato cortando o próprio salário em 92%.

Foi o primeiro decreto de Tiago Dias, um agricultor de origem humilde que chegou ao poder pelo voto popular. Ele reduziu o salário de R$ 15 mil para um salário mínimo para se igualar à população.

“Pela sensibilidade que o homem público tem que ter, de que 90% dos trabalhadores aqui em Jacobina — e não é diferente no estado e no Brasil — sobrevivem com um salário mínimo. Eu tenho aqui carro à disposição, combustível à disposição, assessoria à disposição. Ainda estou bem à frente do trabalhador e da trabalhadora. A gente tem que dar o exemplo, temos que cortar da própria carne”, afirmou o novo prefeito à TV Bahia.

“Um homem público, um prefeito não está nem acima e nem abaixo do trabalhador e da trabalhadora. Ele tem que estar lado a lado. Não adianta no discurso a gente colocar que está trabalhando para o povo se não viver como o povo vive. A gente tem que tomar essas decisões para que a população compreenda que seus representantes, o prefeito, os vereadores e a vice-prefeita são parte da cidade, e não donos da cidade”, continuou Tiago Dias.

O dinheiro

O novo prefeito afirmou que dinheiro economizado com a redução será distribuído para instituições de caridade.

Tiago Dias foi para a posse montado em um boi e afirmou que daqui pra frente, vai trabalhar toda segunda-feira de bicicleta.

“Precisamos de novas ciclovias, e nada melhor do que a gente vir de bicicleta para saber o que o ciclista passa. Todos os dias de atendimento no gabinete eu irei vir de bicicleta. Nos demais dias, em que iremos para as comunidades, irei usar o carro”, concluiu.

Veja como foi a chegada dele:

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Tiago Dias (@tiagodiasoficial)

Com informações da TV Bahia e Itatiaia