Homem que passou 30 anos na prisão se forma na faculdade com honras

19467
Foto: ABC7
Foto: ABC7

“Se eu posso fazer isso, qualquer um pode”, disse orgulhoso um ex-presidiário Joseph Valdez, de 62 anos, que acabou de se graduar em Serviço Social, para ajudar outras pessoas.

Valdez comemorou a formatura na Universidade da Califórnia, EUA, após ter passado a metade da sua vida, mais de 30 anos, na prisão.

Para ele, a única coisa que faltava era se a mãe dele pudesse estar presente. “Minha mãe se foi há 14 anos … mas ela nunca perdeu as esperanças em mim”, disse ele .

Não importava em que ele se envolvesse, fosse violência de gangue, falta de moradia, drogas ou prisão, ela estava sempre ao lado dele. “Ela sempre me disse que eu poderia ser alguém”, acrescentou Joseph.

A vida de Valdez foi difícil. O vício em drogas começou aos 11 anos e após se envolver em crimes por causa disso, ele acabou pegando mais de 30 anos de prisão.

Antes tarde do que nunca

Ele disse que seu momento de clareza só veio aos 50 anos, quando ele estava ficando muito mal. Foi quando decidiu ficar limpo.

Então Joseph entrou na faculdade e se formou, depois de trabalhar seis anos em cursos universitários.

Ele tirou notas altas durante o curso com pontuação acima da média. “Nada mal para alguém que passou metade de sua vida adulta na prisão”, disse.

Futuro

E Joseph não quer parar por aí. A ideia dele é se inscrever no programa de mestrado em serviço social da sua universidade.

Só falta a carta de aceitação pra continuar nos planos de se tornar um grande profissional.

Para Joseph, foi uma virada de página e um recomeço, além de servir como exemplo e inspiração para outras pessoas que passam pelo que ele passou.

Fotos: ABC7
Fotos: ABC7

Com informações do Inspire More