Gastrônoma comemora aumento nas vendas de quitutes em plena pandemia

Na Gastronomia, Vitória viu uma chance de trabalhar com o que mais ama: cozinhar. - Foto: Agência Educa Mais Brasil
Na Gastronomia, Vitória viu uma chance de trabalhar com o que mais ama: cozinhar. - Foto: Agência Educa Mais Brasil

Superar os efeitos adversos da pandemia do novo coronavírus e todo medo, incertezas e desafios que acompanharam o vírus com a paralisia da economia mundial não tem sido tarefa fácil. Grandes empresários ou pequenos empreendedores , todos tiveram que aprender a se reinventar.

A técnica em Gastronomia Vitoria dos Santos, (@vitoria._.cake) de 43 anos, está aprendendo a lição. Filha de agricultores, precisou batalhar muito como diarista até conquistar seu sonhado diploma.

“Passei muito tempo pensando que deveria ir em busca de algo melhor”, conta a baiana que foi a primeira da família a concluir um curso de nível superior.

Amor pela culinária

Com o sabor dos seus quitutes e muita dedicação, Vitória conquistou, além do diploma, clientes. Como muitos brasileiros, ela sempre viveu com um orçamento apertado. A educação não era prioridade frente às necessidades básicas de sobrevivência.

“O valor integral de uma faculdade era e ainda é muito alto. Graças ao desconto de 50% nas mensalidades, consegui realizar meu sonho de viver da Gastronomia”, comemora referindo-se à bolsa de estudo concedida pelo Educa Mais Brasil, maior programa de inclusão educacional do país.

Quando se formou, no ano de 2018, a meta da quituteira era construir seu ateliê e colocar em prática tudo que aprendeu ao longo do curso. Aos poucos, o sonho vem ganhando forma. “Fiz meu ateliê aqui em casa mesmo. Ainda está precisando de muita coisa, porque a gente sempre busca melhorar”, celebra.

Ingrediente especial

Na sua página no Instagram (@vitoria._.cake), a gastrônoma divulga bolos, doces personalizados, salgados e diversos quitutes.

A receita do sucesso? Exagerar em um ingrediente chamado amor. É pelas redes sociais que a microempreendedora do ramo alimentício também fomenta encomendas. Neste período de pandemia, quando o medo tem sido um sentimento predominante, Vitória comemora o aumento nos pedidos.

“No início, a pandemia me amedrontou, achei que o trabalho iria diminuir. Foi justamente o contrário. As encomendas não pararam. Na Páscoa do ano passado não dei conta mas me preparei para este ano comprar todos os ingredientes que precisava para atender todos os pedidos”, revela orgulhosa.

Mesmo com tantas dificuldades, Vitória saboreia hoje o gostinho de muitas conquistas e já contabiliza os ganhos de ter investido para ter um Curso Superior no currículo. E ela não quer parar por aqui. Planeja continuar estudando, adquirindo novos conhecimentos com especializações em sua área para aprimorar, cada vez mais, o seu dom. “O estudo é fundamental na vida da gente”, conclui a gastrônoma.

Conheça a história da gastrônoma Vitória dos Santos

Filha de agricultores, Vitória sempre sonhou com um diploma e conseguiu - Foto: Agência Educa Mais Brasil
Filha de agricultores, Vitória sempre sonhou com um diploma e conseguiu – Foto: Agência Educa Mais Brasil
O amor que Vitória tem pela Gastronomia, a fez conquistar muitos clientes com seus quitutes - Foto: Agência Educa Mais Brasil
O amor que Vitória tem pela Gastronomia, a fez conquistar muitos clientes com seus quitutes – Foto: Agência Educa Mais Brasil

Fonte: Agência Educa Mais Brasil