Ex-sem teto se livra das drogas e tira 920 na redação do Enem

7750
Alexandre Camilo quer tentar uma vaga para curso de letras após conseguir 940 pontos na redação do Enem - Foto: arquivo pessoal
Alexandre Camilo quer tentar uma vaga para curso de letras após conseguir 940 pontos na redação do Enem - Foto: arquivo pessoal

Olha que história inspiradora! O Alexandre Camilo da Silva, de 56 anos, se envolveu com drogas após o fim de um relacionamento, foi parar nas ruas e depois de sofrer muito decidiu que mudaria de vida.

Ele trocou de cidade, conseguiu uma nova profissão e começou a estudar pelo YouTube para tentar uma vaga na universidade.

Agora Alexandre comemora os 920 pontos que tirou na redação do Enem 2020. Todo orgulhoso, ele diz que quer ir muito além!

Dependência

Alexandre é carioca e começou a usar drogas de forma recreativa ainda jovem, quando estudava biologia na Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Acabou se tornando dependente, e mesmo assim ainda conseguiu se formar e fazer um mestrado em ecologia.

Ele explica que com o passar dos anos o consumo foi aumentando e causando mais problemas na vida pessoal.

“Acabei que não consegui mais trabalhar direito, não queria saber mais de trabalhar e me entreguei”, confessou.

A virada

Na tentativa de mudar de vida, foi para Fortaleza, no Ceará. Nos primeiros nove meses, o vício com drogas e bebida o impediram de muita coisa. Alexandre acabou em situação de rua.

Depois de uma noite na praia, sem chinelo e usando um saco plástico como cobertor, ele decidiu mudar de vida.

“Quando acordei, pensei: ‘A partir de hoje, não vou mais beber, não vou mais usar drogas e vou para Teresina’”, conta.

De 2019 para cá, Alexandre se juntou a um projeto social de Teresina, no Piauí. Na cidade, ele ainda se casou e chegou a lançar um livro de poesias, denominado apenas como “Poesias”.

Enem

Alexandre estudava para o Enem pelo YouTube. Ele conta que a nota em redação o surpreendeu. “Não tinha noção que a nota seria tão boa”, comemorou.

A história ganhou repercussão e ele se dispôs a conceder entrevistas com o propósito de inspirar outras pessoas.

“Pode servir de exemplo para as pessoas que usam drogas, ou estão em situação de rua, que é possível mudar de vida. Tem que querer mesmo. Muita gente que quer sair acha que não é possível, mas a pessoa tem que ter um objetivo na cabeça e procurar o melhor para ela”, concluiu.

Parabéns, Alexandre!

Alexandre escreveu o primeiro livro com o apoio da pastoral que participa, em Teresina. Ele conta que já prepara o segundo lançamento. - Foto: divulgaçãoAlexandre escreveu o primeiro livro com o apoio da pastoral que participa, em Teresina. Ele conta que já prepara o segundo lançamento. - Foto: divulgação
Alexandre escreveu o primeiro livro com o apoio da pastoral que participa, em Teresina. Ele conta que já prepara o segundo lançamento. – Foto: divulgação

Sabe quem também fez bonito no Enem 2020? O Helder! Filho de porteiro, esse jovem de 19 anos de Xique-Xique, na Bahia, foi um dos 28 candidatos com nota 1000 no Enem. Veja a matéria completa aqui no Só Notícia Boa!

Por Monique de Carvalho, da redação do Só Notícia Boa. – Com informações de Correio Braziliense.