GPS ajuda em resgate de médica que ficou 30 horas desaparecida

GPS ajuda em resgate de médica, desaparecida por 30 horas.- Foto: arquivo pessoal
GPS ajuda em resgate de médica, desaparecida por 30 horas.- Foto: arquivo pessoal

A tecnologia se torna uma aliada cada vez mais incrível! Dessa vez, o GPS do celular ajudou no resgate de uma médica que ficou 30 horas desaparecida, após um acidente em Santa Catarina.

O carro de Mariana Fossati, de 31 anos, caiu numa ribanceira no meio da mata, local onde não pega telefone nem internet.

“Ela ficou esse tempo todo incomunicável no local. Lá não há sinal de rede móvel para fazer ligações ou acessar a internet. A vítima conseguiu sair do automóvel, mas não conseguiu voltar para pista em virtude do relevo do local onde o carro parou”, disse o bombeiro Rodrigo Souza, que atuou no resgate.

Ele informou ainda que Mariana foi encontrada com sinais de desnutrição, diversos ferimentos, mas consciente.

O acidente

Mariana sofreu um acidente no último domingo, 18.

A médica estava indo para o trabalho quando teria perdido o controle da direção do carro em um desvio e caído numa ribanceira.

A polícia militar de Pouso Redondo, no Vale do Itajaí, usou a última localização do celular para encontrá-la e deu certo.

Importância do GPS

Praticamente todo mundo desativa o GPS, principalmente na rua, já que é uma forma de economizar a bateria do celular, além de manter a privacidade. Mas é bom manter ligada esta opção.

A orientação é do inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Adriano Fiamoncini.

Ela diz que a estratégia de compartilhar a localização em tempo real durante as viagens deve ser mantida mesmo em locais onde o sinal do celular possa não funcionar.

“Há trechos que não há sinal, e o tempo real fica descoberto. Mas na pior das hipóteses, você tem uma boa noção, de onde a pessoa estava na última vez que o sinal foi emitido. É uma dica boa para que os familiares saibam onde a pessoa está e se chegou com segurança”, diz o inspetor.

E foi assim que Mariana foi encontrada.

Diante de informações de que o GPS havia perdido o sinal nas proximidades da Serra dos Pires, os policiais militares foram até a região para realizar as buscas e encontraram o carro e a médica.

Mariana foi levada ao Hospital Hélio dos Anjos Hortiz, em Curitibanos, onde realizou a cirurgia de retirada do baço na última segunda-feira.

O órgão foi afetado pelo acidente, mas a família informou que ela passa bem e agora se recupera em casa.

Carro da Mariana. - Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Carro da Mariana. – Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Por Monique de Carvalho, da redação do Só Notícia Boa. – Com informações de Yahoo Notícias.