Filho de agricultor e doméstica é aprovado em Medicina no CE

Davi foi aprovado em Medicina na Universidade Federal do Ceará (UFC) - Foto: reprodução: davi_muniz01
Davi foi aprovado em Medicina na Universidade Federal do Ceará (UFC) - Foto: reprodução: davi_muniz01

Os pais de Davi Magalhães Muniz, de 17 anos, não tiveram a chance de concluir o Ensino Fundamental. Mesmo assim, foram uma base importante para que jovem conquistasse o maior feito da sua vida: entrar na universidade para Medicina!

Davi ainda enfrentou mais um obstáculo a vida inteira: ele tem esclerose múltipla, uma doença limitante, que atinge o sistema nervoso e que ainda não tem cura.

Mas o jovem é determinado e tem a meta de vida muito bem traçada. Hoje a família vibra com muito orgulho pela aprovação na Universidade Federal do Ceará (UFC). E nós também!

Incentivo aos estudos

Davi sabe bem as dificuldades que teve de enfrentar ao longo dos anos. Algumas causadas pela sua doença e outras pela vulnerabilidade social a qual a família sempre viveu.

“Desde pequenos, meus pais tiveram que trabalhar, seja limpando residências – no caso da minha mãe – ou trabalhando na roça – no caso do meu pai. Ela chegou a completar o 5° ano, e ele não chegou a entrar na escola. Até hoje, ambos se esforçam ao máximo para dar o maior apoio tanto a mim quanto aos meus dois irmãos, para que nós consigamos concluir nossos estudos e ter uma profissão estabelecida”, conta.

Davi será a segunda pessoa da família a cursar uma faculdade. O irmão mais velho, de 20 anos, já cursa Licenciatura em Matemática na Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa).

Missão

E se alguém perguntar qual a meta de carreira e a missão de Davi, ele responde sem hesitar. O jovem quer ajudar pessoas, principalmente de Iracema, a cidade onde passou toda a vida.

O adolescente fala que sempre gostou de ajudar as pessoas da maneira que conseguisse. Quando estava na escola, ele explicava os conteúdos aos colegas de sala de aula.

“Na profissão, acredito, irei assistir a muitas outras pessoas. Quero ajudá-las, assim como fui ajudado quando necessitei, e ainda necessito. Além disso, escolhi Medicina por oferecer um baita conhecimento ao longo da faculdade”, explica.

Ele faz planos para quando concluir a formação, que será realizada no campus de Fortaleza. “Quero trabalhar na minha cidade, pois acredito que no interior existe muita carência deste tipo de serviço. Pretendo ajudar nesta causa”, concluiu.

Davi foi aprovado em Medicina na Universidade Federal do Ceará (UFC) - Foto: reprodução: davi_muniz01
Davi foi aprovado em Medicina na Universidade Federal do Ceará (UFC) – Foto: reprodução: davi_muniz01

Por Monique de Carvalho, da redação do Só Notícia Boa. – Com informações de Diário do Nordeste