Designer cria 1º teste de gravidez de farmácia para mulheres cegas

Designer desenvolveu o primeiro teste de gravidez para mulheres cegas - Foto: divulgação
Designer desenvolveu o primeiro teste de gravidez para mulheres cegas - Foto: divulgação

Como ninguém pensou nisso antes? Um designer independente criou o primeiro teste de gravidez adaptado para mulheres cegas.

Só no Brasil temos 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual, sendo 582 mil cegas e 6 milhões com baixa visão, de acordo com o IBGE.

Os atuais testes de farmácia são bem eficientes como primeiro diagnóstico para saber se há um bebê a caminho. No entanto, até hoje, eles não beneficiam mulheres com deficiência visual.

Em parceria com a instituição de caridade Royal National Institute of Blind People, do Reino Unido, Josh Wasserman, disse que está em contato com diversos fabricantes internacionais.

A ideia é distribuir os testes de gravidez em larga escala nas farmácias para todos os países.

Resultado tátil

O novo teste tem proporções maiores, para facilitar a realização do exame de urina, e permite que a mulher descubra a gestação por meio do tato.

Em caso de resultado positivo, as bolinhas amarelas do aparelho se elevam.

As cores também foram pensadas propositalmente. O rosa e o amarelo são tons mais facilmente percebidos por pessoas que têm apenas parte da visão.

Pesquisa aberta

Para que a acessibilidade possa chegar mais rapidamente em outros países, a organização do Reino Unido liberou toda a pesquisa e o design do protótipo para auxiliar designers a entenderem em detalhes como criar dispositivos mais acessíveis e inclusivos.

“Quisemos criar um protótipo para mostrar que pode ser feito”, disse Eleanor Southwood, presidente da instituição para cegos.

“Design acessível não é algo distante lá do futuro. É algo do agora”, concluiu.

Teste de gravidez - Foto: divulgação
Teste de gravidez – Foto: divulgação

Com informações de Gazeta do Povo