Homem mais rápido do mundo recebe apoio do pai que nunca conheceu

764
Mensagem do pai foi uma motivação extra para atleta vencer a prova - Foto: Tim Clayton/Corbis via Getty Images
Mensagem do pai foi uma motivação extra para atleta vencer a prova - Foto: Tim Clayton/Corbis via Getty Images

Uma mensagem do pai, foi o gás que o italiano Lamont Marcell Jacobs precisou neste domingo (1), antes de se tornar o homem mais rápido do mundo.

Lamont venceu a prova dos 100 metros em tempo recorde nas Olimpíadas de Tóquio e contou o quanto a aproximação recente foi importante para os dois. O atleta nasceu no Texas, Estados Unidos, mas foi levado pela mãe ainda bebê para a Itália

“Meus pais se separaram quando eu tinha essa idade. Eu nunca vi meu pai desde então, não o conheço. Eu comecei a falar com ele há alguns anos. Isto me ajudou a chegar aqui com uma mentalidade boa”, disse. Eles compartilham o mesmo nome.

Motivação importante

Lamont disse que mesmo não conhecendo o pai pessoalmente, a ligação que há entre os dois é uma grande motivação para as competições dele.

É que, entre os dois, existe um elo apesar da distância. Segundo ele, muitas vezes vieram questões sobre quem seria o seu pai ou pessoas fizeram a pergunta como se fosse algo pejorativo.

“Me ajuda mentalmente tê-lo presente, porque nos entendemos. Eu vivi toda minha vida e perguntavam ‘quem é seu pai?’ Eu não sei, eu não sei’. Nós tentamos reiniciar nossa relação. Para mim foi muito importante”, revelou.

Recorde mundial

Com a vitória, Lamont se tornou o homem mais rápido do mundo, título que antes pertencia ao ex-atleta Usain Bolt.

O italiano fez a prova em 9s80. O pódio foi completado pelo americano Fred Kerley, com 9s84, e o canadense Andre de Grasse, 9s89.

Atleta se tornou o homem mais rápido do mundo - Foto: Lance!
Atleta se tornou o homem mais rápido do mundo – Foto: Lance!

Com informações de Yahoo Esportes