Garota de 9 anos ganha próteses da Mulher Maravilha e emociona

695
Raísa com as próteses que ganhou da Mulher Maravilha, personalizadas -Foto: Assessoria Apae
Raísa com as próteses que ganhou da Mulher Maravilha, personalizadas -Foto: Assessoria Apae

Ajudada por uma professora, a pequena Raísa Jara Gomes, de 9 anos, comemora as próteses da Mulher Maravilha, personalizadas, que ganhou da APAE de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. (vídeo abaixo)

A garotinha nasceu com uma malformação congênita e não tem parte dos braços nem das pernas. Nos últimos anos, ela utilizava crocs para se locomover, por não ter condições para pagar o tratamento.

A personalização foi um presente do auxiliar técnico ortopédico Dorival Daikon Vilalta, que ao saber da garra da menininha, fez questão de dar a ela o título de heroína que, sem dúvidas, foi merecido.

E mais! Depois que testou o presente, Raísa teve outra surpresa: ganhou trabalhou de manicure! As unhas da prótese da menina foram pintadas de vermelho! (assista abaixo)

Adaptação

Raísa fez as primeiras provas da prótese em agosto. Desde então, ela volta até o centro da APAE para fazer os ajustes e receber as orientações dos médicos.

A primeira versão das próteses era comum, sem nenhum tipo de personalização, mas a equipe da APAE soube que Raísa era apaixonada pela Mulher Maravilha e quis surpreender.

E como é muito esperta, a menina surpreendeu toda a equipe médica, andando com muita facilidade com as novas próteses.

Segundo o pai, seu Leonido Lopes Gomes, que acompanhou a filha durante todo processo, a família não teria dinheiro para adquirir próteses como estas.

“Não teríamos condições de comprar”, disse.

E além do valor, a família está agradecida por ver a filha andando.

“Vê-la andando com as próteses novas é de “deixar qualquer pai emocionado”, agradeceu o pai.

Raísa antes das próteses - Foto: Assessoria Apae
Raísa antes das próteses – Foto: Assessoria Apae
Pai ajuda a filha na adaptação das próteses - Foto: Assessoria Apae
Pai ajuda a filha na adaptação das próteses – Foto: Assessoria Apae

Com informações de Campo Grande News