Projeto de ecofossa para escola pública ganha prêmio internacional

2157
O projeto da ecofossa gerou ótimos resultados na escola e pode ser implantado em outras instituições - Foto: divulgação
O projeto da ecofossa gerou ótimos resultados na escola e pode ser implantado em outras instituições - Foto: divulgação

O projeto brasileiro de uma fossa ecológica – ecofossa – desenvolvida para uma escola pública de Minas Gerais, ganhou reconhecimento internacional, pela Swiss Water Partnership Youth (SWP Youth), uma organização voltada para pesquisas relacionadas à água.

E a ideia partiu do estudante de mestrado Juliano Rezende Mudadu Silva (foto abaixo), do Programa de Pós-Graduação em Agroecologia da Universidade Federal de Viçosa. Inovação que levou o prêmio Water Challenge 2021.

A equipe de Juliano desenvolveu uma solução com base natural para o tratamento de esgoto na Escola Estadual Fazenda Paraíso, em Espera Feliz (MG), por meio de ações participativas de educação ambiental e ciência cidadã. O time conta com integrantes da Inglaterra, Irã, Quênia e Sri Lanka.

O projeto

Juliano percebeu a demanda apresentada pela comunidade, que não tem saneamento básico local. A partir daí, desenvolveu o tratamento do esgoto dos vasos sanitários e da pia da cozinha da escola, feito com Tanque de Evapotranspiração (Tevap).

O Tevap é um sistema composto por camadas de solo e plantas, que promovem a absorção total dos resíduos que seriam descartados na natureza.

O projeto na Escola Estadual Fazenda Paraíso já está dando os primeiros passos.

Os resultados são bastante satisfatórios e a ideia é levar a fossa ecológica para outas escolas do estado e, quem sabe, do Brasil num futuro próximo!

O estudante premiado Juliano Rezende Mudadu Silva - Foto: reprodução / LinkedIn
O estudante premiado Juliano Rezende Mudadu Silva – Foto: reprodução / LinkedIn

Com informações de Destaque Diário e SNB