Estudante do RJ se classifica para maior feira científica do mundo

822
Vinícius foi selecionado entre mais de 4 mil trabalhos da América latina - Foto: arquivo pessoal
Vinícius foi selecionado entre mais de 4 mil trabalhos da América latina - Foto: arquivo pessoal

O estudante do Rio de Janeiro, Vinícius de Moraes, de 18 anos, conquistou uma vaga para participar da Feira Internacional de Ciências e Engenharia (ISEF), que é considerada a maior do mundo voltada para a Ciência.

Para chegar até a feira, Vinícius passou por uma seleção criteriosa. Primeiro ele participou da Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec), que recebeu 4.327 trabalhos de estudantes de diferentes lugares da América Latina.

Da Mostratec, 420 estudantes foram selecionados para uma próxima etapa. Agora em novembro, desse total, a organização da ISEF escolheu 9 trabalhos e o do estudante brasileiro foi um deles.

“É um sentimento totalmente único, muitas vezes difícil de ser colocado em palavras. É um sonho pelo qual luto já faz 2 anos e 4 meses”, conta o jovem.

Vinícius lembra que o caminho até a ISEF não foi tão fácil. “Foram inúmeras noites que passei no laboratório, longe de casa e durante a pandemia. Representar a minha escola, o meu estado e o Brasil é uma emoção indescritível”, diz o estudante.

Curioso e criativo

Vinícius explica que a Ciência sempre foi uma paixão. O estudante lembra que desde pequeno era curioso e criativo, gostando de “fazer arte”.

“Desde bem pequeno sempre fui bastante curioso e criativo, mas ao entrar no Matriz, com o apoio e incentivo do meu orientador, sem dúvidas, pude fazer algo que nunca havia testado antes: transformar a minha criatividade em inovação, o que mudou totalmente a minha essência na vida”, afirma.

Projeto selecionado

O projeto que vai levar Vinícius para a ISEF no ano que vem é uma alternativa sustentável para diminuir o uso de pilhas e baterias descartáveis: o “Seebeck-watch”.

O jovem desenvolveu um sistema com filmes finos termoelétricos que aproveita a diferença de temperatura entre o pulso humano e o meio externo, gerando tensão elétrica para alimentar o relógio.

O evento será realizado em Atlanta, nos Estados Unidos, em maio de 2022. Desde que foi selecionado, Vinícius realiza testes e aperfeiçoamento do Seebeck-watch para que a apresentação dele seja a mais memorável possível.

“A Ciência me trouxe felicidade. Foi nela que eu vi sentido e percebi que essa é a forma que eu quero viver a minha vida”, completou.

Vinícius pratica Ciência na escola - Foto: arquivo pessoal
Vinícius pratica Ciência na escola – Foto: arquivo pessoal
Vinícius e o orientador, Michael Douglas - Foto: arquivo pessoal
Vinícius e o orientador, Michael Douglas – Foto: arquivo pessoal

Com informações de Pais & Filhos