Startup testa motor de foguete com combustível de plástico reciclável

628
A Startup Pulsar Fusion testou um combustível feito de plástico pela primeira vez em foguetes - Foto: reprodução Instagram
A Startup Pulsar Fusion testou um combustível feito de plástico pela primeira vez em foguetes - Foto: reprodução Instagram

Uma startup do Reino Unido testou um combustível feito de plástico, inédito no setor de tecnologia nuclear. A ‘Pulsar Fusion’ desenvolveu um motor de foguete que utiliza combustível híbrido feito com polietileno de alta densidade (PEAD) e oxidante de óxido nitroso.

O PEAD, é muito utilizado na fabricação de produtos plásticos, como garrafas de bebidas e detergentes. O novo combustível pode ser uma maneira única e inovadora de alimentar necessitam de muita energia.

Para Richard Dinan, CEO da empresa, os resultados foram muito satisfatórios. Segundo ele, a Pulsar Fusion está entre as poucas companhias do mundo que construíram e testaram a tecnologia.

Solução positiva

Com a divulgação dos ótimos resultados, o uso de resíduos plásticos para o lançamento de foguetes, passou a ser visto como uma solução positiva para o setor nuclear.

Hoje o plástico é uma grande fonte de poluição e ainda não é reciclado de forma adequada, em grande escala.

Segundo a empresa o foguete “verde” pode ser usado para levar satélites e pessoas ao espaço, além de favorecer a sustentabilidade do planeta.

Além do combustível, a Pulsar Fusion ainda quer apresentar o motor de propulsão de fusão em teste estático até 2025, para então mandar um foguete à órbita, em 2027.

Veja o vídeo de divulgação do novo combustível da Pulsar Fusion:

Com informações de Olhar Digital