Concursos públicos em 2022: vagas com salários de até R$ 27,3 mil

-
Por Monique de Carvalho
Compartilhar
Imagem de capa para Concursos públicos em 2022: vagas com salários de até R$ 27,3 mil
Concursos públicos com salário até R$ 27 mil estão abertos - Foto: reprodução

Concurseiros de plantão terão muito o que comemorar o início desse 2022. Depois de dois anos com poucos concursos, devido a pandemia do coronavírus, seleções são abertas em todo o Brasil e os salários vão até R$ 27,3 mil.

Oportunidades não devem faltar ao longo do ano para suprir o elevado deficit de vagas em diversos órgãos em todo o país. As carreiras da polícia e do Judiciário recebem o maior destaque entre os exames confirmados.

Outro concurso público que merece atenção é o da Advocacia-Geral da União (AGU), para preenchimento de 300 vagas de advogados e procuradores.

Novo ciclo

Segundo José Trindade, professor de Direito Administrativo e Constitucional do IMP Concursos, as expectativas em relação aos concursos são muito mais animadoras do que em relação aos últimos dois anos.

“Existe uma forma de combater a pandemia, temos um cenário mais seguro. Inclusive, temos até previsões mais seguras quanto ao futuro”, explica.

Para o professor, os concursos para a área de Segurança são uma das grandes promessas para este ano. Ele explica que o novo cargo de policial penal, com carreira reestruturada em diversos estados nos últimos dois anos, deve ter vários editais em 2022.

“Temos o concurso da Polícia Penal do Distrito Federal já com edital iminente. Temos também o concurso de agente administrativo da Polícia Federal podendo sair, além das seleções de agente de custódia da Polícia Civil do DF. E, pelo Brasil afora, há várias polícias civis e militares que, embora muitas delas tendo feito concursos relativamente recentes, continuam com defasagem de quadros”, enumera.

Cenário pós-pandemia

O motivo para o surgimento de muitos concursos públicos agora em 2022, se dá pela necessidade urgente de se contratar servidores no cenário pós-pandêmico. Para ele, entretanto, é importante ressaltar que a retomada de concursos é gradual e não deverá ser imediata.

A explicação é do professor de Finanças Públicas na Universidade de Brasília (UnB) Roberto Piscitelli.

“De algum modo, as perspectivas que existiam para 2021 se transferiram para 2022, em razão dos efeitos prolongados da pandemia e do ritmo do processo de vacinação. O lógico seria esperar que os concursos inicialmente programados para 2021 fossem transferidos para 2022”, afirma.

Roberto ainda reforça que o ritmo dos concursos seguirá lento nessa retomada.

“Mesmo com a remoção de boa parte das dificuldades decorrentes da necessidade de maior dispersão dos candidatos nos locais de realização de provas. É bom levar em conta que as lacunas existentes em matéria de pessoal, já detectadas em 2021, se ampliaram e tornam mais urgente a contratação de novos servidores”, conclui.

Com informações de Correio Braziliense