Mulher cega por 15 anos recupera visão após descobrir diagnóstico errado

-
Por Jéssica Souza
Compartilhar
Imagem de capa para Mulher cega por 15 anos recupera visão após descobrir diagnóstico errado
Connie recuperou a visão após viver 15 anos com diagnóstico errado. Foto: Mirror

Uma mulher com glaucoma recuperou a visão após descobrir que, na verdade, ela tinha catarata nos dois olhos e que poderia ser removida por meio de cirurgia!

Há 15 anos, Connie Parke, 59 anos, foi diagnosticada com glaucoma e os médicos disseram que o caso dela era irreversível.

A norte-americana teve que se adaptar a uma rotina e se adequar a condição de pessoa com deficiência durante todo esse tempo!

Ela viveu por muitos anos se adaptando a cegueira

Após ficar cega, Connie se mudou de Montana para Denver, Colorado, em 2004, para frequentar uma escola para cegos e não perder a sua independência.

Ela aprendeu a ler braile e “olhava” os rostos dos filhos tocando com as mãos.

“Eu apenas vivi a vida o máximo que pude do jeito que eu vivia antes de perder minha visão.”

Connie foi operada no ano passado!

No dia 12 de novembro de 2021, ela foi operada e foi pura emoção conhecer seus netos e ver como seus filhos estavam crescidos.

“Quando tiraram meu adesivo no dia seguinte, a primeira coisa que vi foi a sobrancelha, os cílios e a pupila da enfermeira e comecei a chorar”, disse Connie.

“Eu pude ver todas as flores desabrocharem e as árvores crescerem”, completou.

Ela ficou feliz também ao ver seu marido Robert novamente. “Ele ainda é o homem mais bonito de todos os tempos e eu ainda estou completamente apaixonada por ele”, disse ela.

Cão-guia foi aposentado

Agora, Connie aposentou seu cão-guia Talulah para um cão normal e conseguiu um emprego como balconista da unidade da UCHealth.

Ela pôde ver seu neto mais velho pela primeira vez desde que era criança, e seus outros oito netos pela primeira vez.

Merece um belo processo esse diagnóstico errado, não?

A emoção de ver novamente o marido. Foto: Mirror

A emoção de ver novamente o marido. Foto: Mirror

Ela aprendeu a ler braile e “olhava” os rostos dos filhos tocando com as mãos. Foto: Mirror

Ela aprendeu a ler braile e “olhava” os rostos dos filhos tocando com as mãos. Foto: Mirror

Com informações de Mirror