Cadelinha paraplégica volta a andar após protetora salvá-la da rua. [vídeo]

-
Por Jéssica Souza
Compartilhar
Imagem de capa para Cadelinha paraplégica volta a andar após protetora salvá-la da rua. [vídeo]
Angel voltou a andar após ter sido salva pela Deuzenice. Fotos: Reprodução/Vídeo

Essa história é a maior prova de que o amor faz milagres! A cadelinha Angel foi encontrada muito doente e paraplégica numa área rural de Brasília (DF) pela protetora independente Deuzenice Matos.

Hoje, a protetora possui em seu abrigo 400 animais que seriam sacrificados por terem alguma limitação.

Inclusive, estamos com sua vaquinha no Só Vaquinha Boa para ela continuar salvando vidas como a da Angel. Para apoiar esse lindo projeto, só clicar aqui.

O amor cura!

Angel foi diagnosticada na época com cinomose e lesão neural, o que ocasionou a paraplegia temporária. A cachorrinha está com a protetora desde 2017.

Com a ajuda de uma médica veterinária, Deuzenice conseguiu o tratamento completo com medicamentos e acupuntura… até que um dia, após seis meses do resgate, Angel deu os primeiros passos!

Hoje, essa cadelinha linda ama pular, correr e brincar com seus irmãozinhos.

“Quando a voluntária me mandou o vídeo contando que a Angel a seguiu, foi muita emoção, ela é uma guerreira”, disse a protetora emocionada ao SNB.

Vaquinha é para Deuzenice seguir com a missão de salvar animais de eutanásia

Deuzenice tem 51 anos e salva animais de eutanásia há mais de 10! Essa senhora de bom coração abriga atualmente 400 animais, entre cães e gatos, que também foram abandonados e vítimas e maus-tratos. Ela precisa muito da nossa ajuda para continuar com essa linda missão!

O abrigo, que fica numa área rural de Brasília (DF), tem gastos por mês com 3 toneladas de ração. Muitos bichinhos possuem doenças incuráveis, são paraplégicos e tetraplégicos. Portanto, ela também tem custos altos com fraldas, medicamentos e exames.

Ela conta com o trabalho de 10 voluntários que largaram às ruas e hoje vivem lá e ganham ajuda de custo com doações de amigos que conhecem o seu trabalho. “São pessoas de bom coração que sempre doam para ajudar meus animais”.

“Mais de 180 animais salvei de eutanásia. Mas, eu preciso muito de ajuda, eu preciso muito de ração, de fraldas, cobertores, toalhas usadas”, disse.

A vaquinha é para garantir ração e fraldas por pelo menos alguns meses, já que esses itens são prioridades, diante de tantos custos.

Clique aqui e contribua com a vaquinha!

Assista ao vídeo da Angel e separe o lencinho: