Homem de Ferro humilhado ganha armadura de R$ 3 mil

29370
Armaduras nova (esq) e antiga do Homem de Ferro - Fotos: arquivo pessoal||
Armaduras nova (esq) e antiga do Homem de Ferro - Fotos: arquivo pessoal||

Lembra do Homem de Ferro brasileiro que foi humilhado no final do ano passado por uma empresária da cidade de Cascavel, no Paraná? Ele acaba de ganhar uma armadura novinha, avaliada em R$ 3 mil e já está trabalhando com ela.

Lucas Chincaia, de 24 anos, ganha dinheiro animando festas e tirando fotos com crianças para sustentar a família. Ele recebeu o presente do artista plástico Paulo Tony Stark, ou Paulo Renato, um relojoeiro e amolador de alicates do Ceará que tem 43 anos e faz armaduras de super-heróis desde 2012.

“Me sensibilizei com o caso e pensei comigo: “os humilhados serão exaltados” e quando li a matéria tinha essa frase também… Aí consegui entrar em contato com o Lucas e dei a minha palavra de que iria dar uma armadura para ele”, contou Paulo Renato em entrevista ao SóNotíciaBoa.

Carioca e morador de Fortaleza desde 1990, Paulo faz as armaduras para conseguir um dinheiro e extra e também para levar alegria a crianças hospitalizadas em Fortaleza.

Generosidade

Dois meses depois, a armadura avaliada em R$ 3 mil, ficou pronta e Paulo Renato, com toda sua generosidade, enviou por uma transportadora de ônibus de Fortaleza para o Paraná.

O presente chegou na semana passada. “Uma surpresa enorme. Estava ansioso para receber”, contou Lucas ao SnB.

O jovem, que foi humilhado por trabalhar com uma fantasia simples, disse que a nova é de primeira linha.

“Ela é bem melhor do que a antiga. Bem mais reforçada. A qualidade da pintura automotiva é ótima. Serviu direitinho. Foi fabricada sob medida… Demorou dois meses para ficar pronta”, afirmou.

Paulo Renato também ficou satisfeito com o resultado: “Ficou perfeita nele”, comemorou.

Gratidão

Lucas contou que agradece a Paulo todos os dias, com orações.

“Fiz uma postagem nas redes sociais agradecendo… e agradeço todos os dias em minhas orações por ter recebido essa armadura pra poder continuar fazendo meu trabalho”.

Ele disse também que não foi mais incomodado pela empresária, que reclamava da concorrência porque ela trabalha com uma armação cara do homem de ferro, que teria custado R$ 5 mil.

Felicidade

E a história, que começou por causa de uma picuinha, terminou com gratidão e alegria.

No Nordeste, a felicidade de Paulo, ao ver as fotos de Lucas vestindo a armadura: “Não tenho palavras para expressar a alegria que sinto em vê-lo com uma armadura mais realista”, comemorou.

No Sul, a gratidão de Lucas e a esperança de dias melhores:

“Já fiz um aniversário [com ela]. Hoje tem mais um”, concluiu.

Lucas com a fantasia antiga - Fotos: arquivo pessoal
Lucas com a fantasia antiga – Fotos: arquivo pessoal
Paulo com as armaduras que produz - Fotos: arquivo pessoal
Paulo com as armaduras que produz – Fotos: arquivo pessoal

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no: