“A medula pegou”! Deu certo transplante entre irmãos Thalyson e Marck

Marck e Thalyson - Fotos: arquivo pessoal|Festa no hospital - Fotos: arquivo pessoal|
Marck e Thalyson - Fotos: arquivo pessoal|Festa no hospital - Fotos: arquivo pessoal|

A família dos irmãos Thalyson e Marckennedy acordou com uma notícia boa nesta quarta, 15. Deu certo o transplante de medula entre os jovens de Goiânia. Marck soube novidade com uma festa supresa, com bolo e “parabéns pra você,” no hospital onde está internado em Rio Preto, no interior de São Paulo. (Assista abaixo a entrevista exclusiva que fizemos com eles na live do SoNoticiaBoa no Instagram)

Logo depois, Thalyson contou a novidade para o SóNotíciaBoa pelo WhatsApp: “É com muita alegria e gratidão a Deus que informo a você que a medula pegou”, escreveu.

“Hoje é o 15º dia depois do transplante e a medula dele (no caso, a minha medula) já está produzindo hemoglobina, leucócitos, plaquestas…”, comemorou o irmão.

Thalyson contou ainda que eles vão “receber alta e passar três meses com acompanhamento intenso aqui em Rio Preto, pra ver como o organismo dele vai reagir, pra evitar qualquer complicação. Mas já somos vitoriosos”, disse.

História

A história dos irmãos Thalyson, de 23 anos e do Marckennedy, de 17, viralizou no ano passado depois de um vídeo emocionante no qual Thalyson aparece raspando os cabelos pra pedir doação de medula para Marckennedy, que sofre de leucemia. (vídeo abaixo)

No mês passado os médicos informaram que Thalyson seria o doador de medula porque que é 50% compatível e haveria grande chance de o transplante dar certo, porque a possibilidade de rejeição diminui por eles serem irmãos de sangue.

O transplante

O transplante foi há 15 dias no Hospital de Base de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo.

O pai dos jovens, o empresário Marckennedy Rodrigues da Silva, conta que Marckennedy descobriu a doença depois que o jovem se sentiu mal, em setembro do ano passado.

“Ele foi ao posto de saúde achando que era dengue, mas já ficou lá internado. Foi um susto muito grande”, lembra.

Depois disso, a família se desdobrou para salvar a vida do filho.

Dias antes do transplante, Thalyson disse ao SóNotíciaBoa:

“É bom saber que posso fazer parte de um dos maiores milagres que talvez eu veja na minha existência, que é a cura do meu irmão”, concluiu o estudante.

Veja como foi a festa para contar a Marck que a medula “pegou”:

Veja a entrevista que fizemos com os dois, na live do SoNotíciaBoa no Instagram, horas depois da festa:

Agora o vídeo que viralizou dos irmãos pedindo doação de medula no ano passado:

Como doar

Para se tornar doador de medula óssea procure um hemocentro, doe uma pequena quantidade de sangue (cerca de 10ml) e faça o cadastro no Redome, Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea.

Quando surgir um paciente com possível compatibilidade, a pessoa cadastrada será avisada para a doação.

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no: