Brasileira lança capítulos de livro online: aliviar isolamento

Capa do livro e a autora Júlia Cosenza - Fotos: divulgação
Capa do livro e a autora Júlia Cosenza - Fotos: divulgação

Uma estudante de Brasília está aproveitando os dias de isolamento social para incentivar a leitura gratuita. Ela está publicando diariamente na internet capítulos do livro “À Procura da Luz”, uma obra de ficção que terminou de escrever em 2017, mas nunca lançou.

“Nesse momento, com certeza [é] uma escapatória temporária da realidade. Já que muitas pessoas estão tendo problemas como ansiedade e depressão por estarem presas em casa. [É] uma “válvula de escape”, pode ajudar”, disse Júlia Cosenza Mendonça, de 22 anos, em entrevista ao SóNotíciaBoa.

A história tem 40 capítulos e leva uma mensagem a mulheres que se sentem reprimidas e conseguem dar a volta por cima.

A protagonista da história se chama Juventude, “uma personagem muito forte, decidida, mas que também tem que se reerguer de momentos de queda e provar o seu valor, como pessoa e como mulher”, conta Júlia.

Ela começou a postar os capítulos este mês e o 16º entrou no ar nesta terça, 12, na plataforma WattPad, que é gratuita.

A leitura de cada capítulo não leva mais do que 10 minutos.

A história

“À Procura da Luz” se passa em 2076 e a 3ª Guerra Mundial acabou.

O mundo está devastado e o Brasil enfrentou uma guerra civil, entre as pessoas contra e à favor de um governo ditatorial que se instalou no país.

Contudo, apesar de todos os esforços, a luta foi em vão e o Brasil “voltou no tempo” e passou a ser uma monarquia absolutista.

Um grupo de jovens, filhos de ex-participantes e ex-líderes da rebelião, conseguiu fugir e agora está entre a vida e morte… e vai vingar as mortes dos seus pais.

A autora lembra que começou a escrever a obra de ficção quando tinha 14 anos e terminou em 2017, quando morava no Canadá.

“Na verdade eu finalizei o livro 100% com 19 anos. Eu realmente não era muito ligada a essas coisas [de política]. Mas entendo que ficou até meio atual no contexto que estamos vivendo”, disse.

“A escrita durou mais ou menos 4 anos e eu sempre arrumava uma desculpa pra mim mesma, pra não publicar o livro”, conta.

Repercussão

Mas a ideia de postar na internet durante o isolamento social deu resultado.

“Pessoas já falaram que ficam me esperando postar pra poder ler, que estão realmente se envolvendo com a história”, disse.

A trama envolvente provoca o leitor.

“Me pediram pra fazer um grupo no WhatsApp com os leitores do livro pra eles conversarem sobre os capítulos e falarem sobre as suas teorias do que vai acontecer nos próximos”, contou.

Júlia Cosenza atendeu ao pedido e o grupo acabou de ser criado.

Para ler os capítulos clique aqui.

Foto: divulgação

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa