Emicida, Toninho Horta e Paula Fernandes ganham Grammy Latino 2020

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Durante cerimônia do Grammy Latino, na noite desta quinta, 19, foram anunciados os vencedores na categoria Língua Portuguesa.

Entre os artistas brasileiros premiados estão Toninho Horta, Emicida, Paula Fernandes, Céu, e João Bosco.

A cantora Céu  levou o prêmio de melhor álbum de pop contemporâneo com o disco “APKÁ!”;

Emicida, na categoria de álbum de rock ou música alternativa com “AmarElo”; Paula Fernandes em álbum de música sertaneja com “Origens”, um disco ao vivo.

Completam a lista João Bosco, com “Abricó-De-Macaco” levando em melhor canção;

Mariana Aydar com “Veia Nordestino”, em álbum de música de raiz; Aline Barros com “Reino”, em álbum de música cristã; Cláudio Jorge com “Samba Jazz, de Raiz, Cláudio Jorge 70”, em álbum de samba ou pagode.

E Toninho Horta & Orquestra Fantasma, com “Belo Horizonte”, como melhor álbum de música popular brasileira.

Latin America 

A categoria mais importante com presença de brasileiros foi melhor canção “urban”, na qual Anitta e MC Lan disputaram com a música “Rave de Favela”.

Os vencedores foram a cantora espanhola Rosalía e o trapper porto-riquenho Ozuna, com a parceria “Yo X Ti, Tu X”.

Nas categorias gerais, o Brasil concorreu com Yamandu Costa e Caetano Brasil, em melhor álbum instrumental, e com Céu, em melhor álbum de engenharia de gravação, além da rapper Bivolt, em melhor vídeo musical em versão curta, e BaianaSystem e Tropkillaz, em melhor clipe.

Nenhum deles, entretanto, foi premiado.

Além da entrega dos prêmios em língua portuguesa, o segmento dedicado ao Brasil da cerimônia prévia teve a exibição de duas performances gravadas.

Uma delas contou com um dueto entre Emicida e Marcos Valle –parceiros na faixa “Pequenas Alegrias da Vida Adulta”– e a outra foi da banda Melim –indicados com a música “Eu Feat. Você”.

O Grammy Latino trata de discos e músicas lançados entre 1° de junho de 2019 a 31 de maio de 2020.

Com informações O Tempo