Rapaz acorda do coma após 11 meses sem saber da pandemia

3388
Joseph Flavill antes do acidente - Foto: arquivo pessoal
Joseph Flavill antes do acidente - Foto: arquivo pessoal

Um rapaz que ficou quase 11 meses em coma acordou, para a felicidade da família, mas sem saber do pesadelo que o mundo vive com pandemia da Covid-19, que já matou 2 milhões de pessoas no planeta.

Joseph Flavill foi atropelado por um carro em março de 2020, semanas antes do início do primeiro lockdown britânico, onde ele vive, informou o jornal The Guardian.

E mais: durante o período em que ficou inconsciente, ele teve a doença duas vezes e se recuperou.

O acidente

Joseph sofreu uma lesão cerebral traumática, que resultou no coma, mas está se recuperando e recentemente começou a responder os estímulos.

Após o acidente, Joseph foi internado no Leicester General Hospital. Agora, ele foi transferido para o centro de atendimento Adderley Green, em Stoke-on-Trent, para continuar sua recuperação.

Recentemente, o jovem começou a mexer os membros quando solicitado e se comunica com a família e amigos por meio de piscadas e sorrisos.

Segundo a tia dele, Sally Flavill Smith, Joseph é capaz de atender a pedidos como tocar a orelha esquerda e direita, mexer as pernas e responder “sim” e “não” piscando:

“Ainda temos uma longa jornada pela frente, mas os passos que ele deu nas últimas três semanas foram absolutamente incríveis”, comemorou.

Conversas por videochamada

A tia contou que a consciência de Joseph está começando a melhorar agora, porém a família não tem ideia do que ele sabe a respeito dos acontecimentos do último ano. E nem sabe como vai explicar pra ele.

“Não sei por onde começar. Um ano atrás, se alguém tivesse me contado o que iria acontecer no ano passado, acho que não teria acreditado. Não tenho ideia de como Joseph vai entender o que todos nós passamos” disse.

Sally também disse que os familiares tentaram explicar ao jovem, por videochamada, que não podiam estar com ele pessoalmente devido às restrições impostas como medida de prevenção.

No entanto, não deram detalhes sobre a real situação da pandemia.

“Falamos sobre isso por telefone e tentamos alertá-lo de que realmente queremos estar ali segurando as mãos dele, mas não podemos fazer isso. Não tivemos tempo para entrar na questão da enorme pandemia, simplesmente não parece real. Quando ele realmente puder ter um contato cara a cara, essa será a oportunidade de tentar explicar a ele o que aconteceu”, afirmou.

Para arrecadar dinheiro para a recuperação a longo prazo de Joseph, a família criou a campanha Joseph’s Journey, que pode ser acessada aqui.

Com informações do The Guardian