Aluno de escola pública selecionado em Cambridge recebe ajuda para viajar

2130
Luã e a família Foto: Arquivo Pessoal
Luã e a família Foto: Arquivo Pessoal

Um aluno de escola pública cheio de vitórias em concursos de literatura foi selecionado para um curso de verão, na área de Engenharia, da Cambridge University, uma das mais prestigiadas da Inglaterra.

Luã Magalhães Nascimento de 17 anos, morador de Niterói, no Rio de Janeiro, é estudante do Ensino Médio no Colégio Pedro II, e bolsista de iniciação científica do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas – CBPF e tem formação em inglês.

Ele participou da seleção com uma redação no edital “Immerse Education 2021 Essay Competition Scholarship” e concorreu com estudantes entre 11 e 18 anos, de vários países.

Agora, o estudante e a família fazem uma vaquinha pra tornar a possível a ida do jovem para Cambridge.

O aluno brasileiro conseguiu uma bolsa parcial de 30%, percentual referente a R$ 10.529,82.

Será necessário realizar um depósito de R$5.091,06 até 5 de março próximo, para assegurar a vaga. O curso tem previsão de iniciar em março deste ano.

Mas, o maior desafio de Luã Nascimento e sua família neste momento é arrecadar fundos para custear passagem aérea, hospedagem, alimentação e a taxa correspondente ao restante para a quitação de todo o curso, restando os 70%, equivalente a R$ 24.569, 58.

“O período da pandemia está sendo muito difícil para ele, desanimado, mas quando surgiu esta oportunidade ascendeu um brilho de esperança. Ficamos muito felizes porque ele é muito esforçado”, comenta Cláudia Nascimento, mãe de Luã.

Vaquinha virtual

A vaquinha virtual para ajudar o brasileiro a chegar em Cambridge conseguiu até agora 8 mil reais, dos 38 mil necessários para cobrir os custos na universidade.

A Universidade de Cambridge enviou um documento à família de Luã Nascimento informando os detalhes para a efetivação do curso, os valores e as condições da bolsa contemplada.

O certificado da Universidade Cambridge servirá como passaporte para o Luã concorrer a outros cursos regulares de graduação na universidade britânica.

Prodígio

Aos 13 anos, Luã ganhou conquistou a primeira colocação no “2º Concurso Literário das Bibliotecas Parque: Minicontos de Verão”, lançado em fevereiro de 2016.

Ainda em 2016, ele foi vice-campeão do “3º Concurso Literário das Bibliotecas Parque”, realizado pela Secretaria Estadual de Cultura, com o conto “As aventuras de Leo”.

O estudante também conquistou o 2º lugar nas Olimpíadas de Matemática organizada pelo Espaço Aberto Escola, onde estudava durante o ensino fundamental.

Família

A família de Luã é afrodescendente e os pais também são da área de educação.

O pai, Vitor Nascimento, é de Rio Grande (RS), é professor no Instituto Noroeste Fluminense de Educação Superior, a INFES, da Universidade Federal Fluminense – UFF, onde leciona geologia e geografia.

A mãe, Cláudia Nascimento, é graduada em Letras pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro – UERJ – e em Produção Cultural pela UFF, onde tem pós-graduação em Leitura e Produção de Textos, Literatura Brasileira, Infantil e Juvenil.

Além da vaquinha é possível ajudar depositando na conta bancária dele:

Banco Bradesco
Agência: 2809-6
Conta: 1008621-3
Nome: Luã Magalhães do Nascimento

Mais informações pelo e-mail: claumartinsnit@yahoo.com.br

Com informações da Agência de Notícias das Favelas