Bilionário vai oferecer internet mais barata para famílias de baixa renda

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Elon Musk, dono e fundador da Tesla e Spacex – e um dos homens mais ricos do mundo – vai oferecer telefonia e internet bem mais baratas para famílias de baixa renda: 10% do valor que elas pagam hoje por mês.

O anúncio foi feito pelo próprio Musk, que prometeu internet mais rápida e de baixa latência, ou seja, com carregamento mais eficiente.

Por meio da sua startup, Starlink, o bilionário já fez uma solicitação à FCC, Federal Communications Commission – órgão americano regulador de telecomunicações – para que os usuários possam utilizar o telefone convencional para fazer ligações por meio da banda larga.

Com isso, ele vai oferecer planos mais baratos, com ajuda do programa que subsidia serviços de comunicação para os mais pobres nos EUA, o Lifeline.

Planos 

Atualmente, a assinatura da Starlink custa 99 dólares por mês e tem uma taxa inicial de 499 dólares para o terminal do usuário, tripé de montagem e roteador. Para alcançar os mais pobres, o valor precisa ser reduzido – segundo a startup de Musk.

O plano dele deve custar 10% disso, ou seja, 9,25 dólares por mês para o plano de banda larga e 5,25 dólares mensais para o serviço de telefone, o que daria aproximadamente 30 reais mensais.

“Fundado e criado pela SpaceX, os serviços da Starlink vão oferecer a primeira internet mais rápida, de baixa latência e de satélite, coordenando com a maior frota de satélites operacionais, para entregar um serviço consistente para as áreas mais desconectadas do mundo, inclusive dos EUA”, escreveu a SpaceX em sua petição.

O relatório revela que a Starlink tem mais de 10 mil clientes nos Estados Unidos e em outros países.

Com informações da Revista Exame