Grupo doa próteses de aréolas a mulheres que tiveram câncer: autoestima

Grupo doa próteses de aréolas - Foto: Spukkato/Pixabay
Grupo doa próteses de aréolas - Foto: Spukkato/Pixabay

Um grupo de São Paulo está fazendo próteses de aréolas e doando para mulheres que tiveram câncer de mama e passaram os mastectomia, a cirurgia para retirada de uma ou ambas as mamas.

As próteses, feitas com pele sintética, são doadas a pessoas físicas, clínicas, hospitais, ONGs, que fazem a distribuição para as pacientes.

O trabalho para melhorar a autoestima das mulheres é feito pelo Grupo Natalia Beauty, que atua no ramo de beleza e estética.

O grupo pretende distribuir mais de 100 mil dessas próteses neste ano.

“Quero poder ser um agente transformador na vida dessas mulheres, elevando a autoestima de todas elas. […] Muitas mulheres têm vergonha de falar sobre esse assunto e sei disso porque converso com elas pelas redes sociais e sei o quanto isso vai mudar a vida delas”, disse Natalia Martins, CEO do Grupo NB.

A aplicação

A aréola é elaborada com pele sintética e aplicada no seio com uma cola especial. Ela se fixa à pele durante 40 dias. Após o período, a mesma prótese poder reaplicada, basta colocar uma nova camada da cola especial.

Além da doação dessas próteses, a empresa também oferece, gratuitamente, a reconstrução da aréola por meio da nanopigmentação.

“Já reconstruímos a aréola de mais de 2 mil mulheres nos últimos 5 anos e não pretendemos parar nunca. Ajudar e curar o próximo, de alguma forma, é curar a nós mesmos. É uma corrente do bem que preenche a alma, proporciona plenitude e nos traz paz”, acredita Natália.

A CEO do grupo conta que a será criado um canal exclusivo para poder distribuir as próteses para mulheres brasileiras e também de outros países.

Por enquanto, elas podem ser retiradas na unidade da empresa em São Paulo.

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do Só Notícia Boa – com informações do Virtz