Cabeleireiro abre Wi-Fi para crianças pobres estudarem na pandemia

Criança estudando com sinal de Wi-Fi do salão - Foto: reprodução / ElPopular
Criança estudando com sinal de Wi-Fi do salão - Foto: reprodução / ElPopular

O cabeleireiro Juan Ramón Caballero, de 65 anos, abriu o sinal de Wi-Fi para crianças sem acesso à internet estudarem e assistirem aulas virtuais durante a pandemia em frente ao salão dele. Que empatia e generosidade!

Imagens como esta, de criança sentada, estudando na porta da loja no Paraguai, estão correndo o mundo e Juan vem colhendo elogios pela atitude.

Don Juan, como é conhecido, contou como teve a ideia tão nobre: “Há algumas semanas, uma das minhas vizinhas me abordou para perguntar se ela poderia usar minha internet para fazer o dever de casa. Claro que sim, disse, já que também tenho filhos e sei como é estudar assim”, contou o cabeleireiro à mídia local.

Logo, outras crianças começaram a aparecer para captar o sinal de internet e assistir suas aulas virtualmente ou fazer suas tarefas na área externa do salão de cabeleireiro.

Juan também deixa do lado de fora uma pequena mesa improvisada e tambores de plástico para as crianças sentarem enquanto estudam.

Gratidão

Silvia Benítez, mãe de uma aluna, ficou muito grata pela ajuda do cabeleireiro para a filha dela e outros estudantes com dificuldades para acessar um serviço de internet durante a crise.

Agora crianças vão diariamente ao estabelecimento de Juan para poderem estudar.

O gesto nobre do homem conquistou os aplausos de milhares de usuários nas redes sociais.

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do Só Notícia Boa – com informações do ElPopular