Mudança Climática vira matéria obrigatória em todas as escolas da Itália

772
Foto: Friday for Future Instagram
Foto: Friday for Future Instagram

O governo da Itália decretou que todas as escolas do país terão educação sobre mudança climática de agora em diante. O currículo escolar já incluirá educação sobre mudanças climáticas no próximo ano letivo.

O ministro da educação da Itália, Lorenzo Fioramonti, informou que todo o ministério italiano será alterado para fazer do clima e da sustentabilidade o eixo de seu modelo educacional.

Ele quer que o sistema educacional italiano coloque a sociedade e o meio ambiente no centro do processo de aprendizagem.

Currículo escolar

No início de setembro, no retorno dos alunos às aulas, será oferecida 1 hora semanal de aula sobre o assunto.

O Ministério da Educação planeja desenvolver este currículo com a ajuda de especialistas científicos para fornecer um conhecimento completo para as crianças.

Lorenzo Fioramonti pertence ao movimento anti-establishment da Five Star e sempre fez voz a políticas progressistas e verdes.

Além disso, ele também recebeu elogios e críticas em setembro passado por encorajar os alunos a faltarem à escola para participar de protestos climáticos.

Financiamento da Educação

Com visão de futuro, Fioramonti, que é ex-professor de Economia da Universidade de Pretória, na África do Sul, também planejou criar novos impostos para alimentos com açúcar, passagens aéreas e plásticos, com os lucros revertidos para financiar o sistema público de educação.

Ele também pediu às escolas que removessem todos os crucifixos para torná-las mais inclusivas para os não-cristãos.

Fioramonti parece muito entusiasmado e empenhado em trazer essas mudanças no país e quer liderar pelo exemplo.

Lorenzo Fioramonti. Fonte: LorenzoFioramonti.org
Lorenzo Fioramonti. Fonte: LorenzoFioramonti.org

Com informações do BrightVibes