Brasileiro Kelvin Hoefler conquista 1ª medalha do skate nas Olimpíadas

1353
Foi uma final histórica de Kevin nas Olimpíadas de Tóquio - Foto: reprodução / TV Globo
Foi uma final histórica de Kevin nas Olimpíadas de Tóquio - Foto: reprodução / TV Globo

Deu Brasil na primeira final do skate nas Olimpíadas de Tóquio. O paulista Kelvin Hoefler conquistou a medalha de prata e subiu no pódium!

Foi uma final histórica. O skate foi incluído no programa olímpico pela primeira vez nesta edição de 2021.

A conquista do brasileiro foi na madrugada deste domingo, 25 e emocionou a torcida. E ele prometeu mais:

“Isso aqui representa o skate brasileiro, a nossa garra e a nossa persistência. Isso aqui não é só meu, não, é o skate do Brasil que merece isso aqui, merece até mais. Isso aqui é o começo de uma geração do Brasil que está por vir, e amanhã tem muito mais”, disse Kelvin Hoefler à TV Globo, após receber a medalha de prata.

A pontuação

Kelvin Hoefler garantiu a medalha no street masculino ao somar 36,15 na grande final.

Ele ficou atrás apenas do japonês Yuto Horigomi, que somou 37,18.

O americano Jagger Eaton completou o pódio com uma nota geral de 35,35.

Performance estelar

Foi uma final digna de Olimpíadas, e uma performance estelar do brasileiro.

Kelvin liderou a bateria durante a primeira metade, viu Horigomi passar à frente nas manobras individuais e fechou de forma perfeita, com sua melhor nota, para garantir a prata.

O ouro ficou com o melhor skatista do Japão, atual vice-campeão mundial e segundo colocado do ranking, que após um começo decepcionante nas duas voltas, assombrou com quatro manobras quase perfeitas.

Lenda do skate e atleta mais bem-sucedido da história da modalidade, o americano Nyjah Huston sentiu o clima e a pressão, só completou um dos cinco truques individuais e terminou num decepcionante sétimo lugar dentre os oito finalistas.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Kelvin Hoefler (@kelvinhoefler)

Com informações do GE