Jovem que pediu emprego com cartaz na rua começa a trabalhar

1187
Mateus começou a trabalhar após o cartaz na rua pedindo emprego - Foto: Daniel Trévia/Sistema Verdes Mares
Mateus começou a trabalhar após o cartaz na rua pedindo emprego - Foto: Daniel Trévia/Sistema Verdes Mares

A atitude extrema de ficar com um cartaz na rua pedindo emprego deu certo para o Mateus Dantas de 22 anos.

O jovem conseguiu emprego e começou nesta segunda, 27, em um supermercado de Barbalha, no interior do Ceará.

Ele foi para as ruas do Centro de Juazeiro do Norte – a 431 km de Fortaleza – porque precisa de trabalho para pagar os últimos meses da faculdade de técnico em Enfermagem, que está perto de concluir.

O cartaz dizia: “Sou o Mateus – 22 anos. Peço emprego para concluir os estudos na área da enfermagem. Falta pouco. Nota do TCC: 9,5” e mostrava o número do celular dele para mensagens.

Ele disse que imitou uma ideia que viu na internet.

“Eu assisti a um vídeo na internet e aí eu pensei na ideia. Vi que não tinha nada a perder. O jovem que quer tentar a vida e quer progredir tem que deixar a vergonha de lado e correr atrás dos seus sonhos. Eu digo para os amigos. Eu nasci sem o órgão da vergonha. Para trabalhar para estudar”, explicou Mateus ao G1.

O emprego

Ele soube neste fim de semana que conseguiu a vaga no supermercado e ficou aliviado.

A gestora de supermercado, Ana Paula Salvador, disse que se sensibilizou quando passou e viu o rapaz.

“Estávamos no lugar certo na hora certa. Passávamos pelo semáforo em Juazeiro do Norte quando vimos um menino tão jovem buscando seu sonho e nós ficamos tocados. Por aqui, no nosso supermercado, somos muito inspirados pelo nosso fundador. Aqui queremos muita gente assim trabalhando com a gente que corram atrás dos seus sonhos”, contou Ana Paula.

Gratidão

Mateus Dantas está confiante de que vai conseguir concluir o curso e agradeceu:

“Agradeço a todo o povo do Cariri que se sensibilizou com a minha história de querer terminar os estudos e está nesta fase difícil. Mas é assim mesmo. Todos nós temos um caminho difícil para percorrer para depois aparecer a vitória. Não existe vida fácil”.

E disse que vai aproveitar a oportunidade.

“Estamos aqui vendo um final feliz. Arrumei um emprego, mas lembro que não terminei meu curso. Com essa oportunidade com certeza vou conseguir terminar o curso. Agarrar com unhas e dentes”, concluiu.

Com informações do G1