Desempregado cria ‘currículo-robô’ e consegue 11 ofertas de emprego

1221
O currículo-robô do David abre uma caixa de diálogo com o recrutador e responde perguntas - Foto: reprodução
O currículo-robô do David abre uma caixa de diálogo com o recrutador e responde perguntas - Foto: reprodução

Um jovem criou um “currículo-robô” para conseguir emprego e se deu bem. Conseguiu 11 ofertas rapidamente e agora vai poder escolher onde quer trabalhar.

A ideia inovadora é do especialista em marketing David Vidal, de 29 anos. Ele é da Espanha e conta que não conseguia sequer fazer entrevistas, em tempos de pandemia.

Aí, David resolveu empregar essa nova solução para se destacar dos outros candidatos na hora de apresentar seu currículo. (veja abaixo)

“Eu queria me destacar em relação a outros candidatos e permitir que os recrutadores pudessem me conhecer melhor antes de uma entrevista”, esclareceu ele.

David acha que os currículos comuns não estão mais funcionando, por isso decidiu inovar.

“Eu não acho que currículos convencionais ainda funcionem. Para mim, o mais importante foi demonstrar minhas habilidades em marketing e comunicação e provar que sou uma pessoa criativa, que pensa fora da caixa”, disse Vidal, ao Business Insider.

Como funciona o currículo-robô

David Vidal conta que utilizou a plataforma Landbot, um criador de conversas não automatizadas que tem inteligência artificial na base.

O bot funciona em formato interativo. Quando os recrutadores dão ok para a entrevista começar, surge uma caixa de diálogo e mensagens automáticas mostram o histórico profissional de Vidal, a foto dele, informações sobre seus primeiros passos no mundo corporativo e quais são suas principais qualidades.

Depois, o encarregado pela contratação pode selecionar três questões já respondidas pelo profissional: “Para você, o que é êxito?”, “Fale sobre três de seus defeitos” e “Por que deveríamos contar contigo?” e na hora aparecem as respostas do David.

O robô viralizou

Ele contou que o currículo-robô viralizou e foi usado por mais de 30 mil pessoas.

E o melhor: o bot o ajudou a conseguir 14 entrevistas de emprego, que resultaram em 11 ofertas de trabalho.

E para quem sequer conseguia entrevistas, agora ele vai poder escolher a vaga mais interessante para o profissional de marketing.

“Eu pedi às empresas entre duas a três semanas para que eu possa pensar em todas as opções”, finalizou.

O currículo-robô abre uma caixa de diálogo com o recrutador e responde perguntas - Foto: reprodução
O currículo-robô abre uma caixa de diálogo com o recrutador e responde perguntas – Foto: reprodução

Com informações da PEGN