Brasileiros criam curativo para regeneração óssea bucal: biodegradável

1006
Pesquisadores da Universidade Federal do Ceará estão desenvolvendo um curativo que estimula a regeneração óssea bucal - Foto: Ribamar Neto / UFC
Pesquisadores da Universidade Federal do Ceará estão desenvolvendo um curativo que estimula a regeneração óssea bucal - Foto: Ribamar Neto / UFC

Olha que demais! Pesquisadores da UFC (Universidade Federal do Ceará) estão desenvolvendo um curativo que estimula a regeneração óssea bucal. Além disso, o produto é biodegradável, ou seja, é absorvido pelo próprio organismo do paciente.

O curativo, que está em fase pré-clínica poderá ser usado no mercado odontológico principalmente em procedimentos que envolvam a perda óssea provocada por doenças periodontais, ou extração dentária.

Atualmente os testes estão sendo realizados na parte superior do crânio de rato, que não apresenta regeneração óssea natural. 

A próxima etapa tem pretende avaliar a capacidade de indução em um modelo de periodontia com dentes de animais. 

Depois a pesquisa avança para a fase clínica com humanos.

Curativo facilitará procedimentos odontológicos

No método tradicional, para estimular o crescimento ósseo na região da doença, o cirurgião-dentista realiza um enxerto com um osso biocompatível e em seguida, implanta um curativo para impedir que o tecido da gengiva “invada” o local onde foi feito o enxerto. 

Após algum tempo da cirurgia, se a regeneração tiver sido bem-sucedida, o paciente é submetido a novo procedimento, desta vez para a retirada do curativo tradicional.

Segundo a pesquisadora Erika Luz, com o novo curativo desenvolvido na UFC, não seria necessário utilizar o osso biocompatível, uma vez que o produto é capaz de estimular o crescimento ósseo e ser absorvido pelo organismo, reduzindo assim riscos de infecção. 

Foto: Ribamar Neto/UFC

Com informações de UFC.br