9 estados e DF registram ‘zero’ mortes por Covid: SP inclusive!

711
O estado de São Paulo não registrou mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas. Foto: Agência Brasil
O estado de São Paulo não registrou mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas. Foto: Agência Brasil

A boa notícia de ‘zero’ mortes por Covid se espalha pelo Brasil e 9 estados que não registraram óbitos em 24 horas, segundo o Ministério da Saúde. Tudo graças à vacinação!

São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Sergipe, Piauí, Rondônia, Amapá, Roraima, Acre e o Distrito Federal não tiveram mortes pelo vírus nesse período.

E o país registrou nesta segunda, 8, a menor média móvel de óbitos pela doença em 2021. São 269,2 mortes na média móvel, além de 10,7 mil casos.

Trata-se de uma queda de 21% em relação aos últimos 14 dias e de 91% em comparação com o pico da pandemia, em abril.

São Paulo

O estado de São Paulo não registrou mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas. Desde o começo da pandemia, é a primeira vez que o estado passa um dia inteiro sem óbitos pela doença. A informação é do Governo do Estado.

No total, segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o estado teve 152.527 mortes desde o começo da crise sanitária e 4.413.241 casos. Nas últimas 24 horas, foram 359 novos casos.

Ainda é importante ressaltar que, como o próprio governo destaca, segunda-feiras são tradicionalmente dias com um número menor de registros devido a um menor funcionamento dos serviços públicos nos municípios aos domingos.

Apesar disso, São Paulo, mesmo em segundas, sempre teve mortes por Covid-19 desde que os casos começaram a disparar.

A média móvel de mortes, que considera os últimos sete dias, está em 73. Apesar de baixo quando comparado com outros períodos, o número é 23% maior do que o registrado há 14 dias, o que pode indicar uma tendência de alta.

Vacinas

O Sistema Único de Saúde (SUS) aplicou mais de 281 milhões de doses de vacina contra Covid-19. Segundo o Ministério, o Brasil está com 88% da população-alvo vacinada com a primeira dose e 70% com o esquema vacinal completo – com a segunda dose ou dose única do imunizante.

“Para a Campanha de 2022, o Governo Federal garantiu mais de 354 milhões de doses, sendo 100 milhões serão da Pfizer, 120 milhões da Astrazeneca. Mais 134 milhões de vacinas remanescentes da Campanha de 2021 serão utilizadas no próximo ano”, informou o Ministério da Saúde.

Com informações da Agência Brasil e Olhar Digital