Meninas de comunidades ganham absorventes para ir à escola

235
Absorventes para meninas de comunidades não faltarem a escola - Foto: Reprodução / Instagram
Absorventes para meninas de comunidades não faltarem a escola - Foto: Reprodução / Instagram

Milhares de absorventes foram distribuídos para estudantes de comunidades de São Paulo e Rio de Janeiro. A iniciativa da ONG Absorvendo Amor foi para ajudar essas jovens e diminuir o abandono da escola durante o período menstrual.

A ONG recebe os absorventes de um fabricante e desde 2018 ajuda as meninas, mulheres e adolescentes de comunidades e da rede pública.

Só na pandemia já foram distribuídos quase 40 mil!

Uma em cada quatro meninas faltou à escola por não poder comprar absorvente

Segundo um levantamento feito em maio deste ano pela antropóloga Mirian Goldenberg, uma em cada quatro meninas faltou à escola por não ter o item de higiene pessoal.

Os dados do Fluxo Sem Tabu, mostram que a mulher gasta R$ 6 mil ao longo da vida com absorventes.

E mais: uma mulher que ganha um salário mínimo, compra uma cesta básica e ainda precisa desembolsar mais R$ 12 por mês na compra de absorventes.

Só que, juntos, podemos transformar a realidade dessas mulheres! Várias entidades estão com ações para distribuir absorventes.

Uma delas é do Padre Julio Lancelloti e o Instituto a Nossa Jornada. Confira logo abaixo como fazer parte do combate a pobreza menstrual em nosso país.

Absorventes para mulheres em situação de rua

O padre Julio Lancellotti também está com uma ação para a distribuição de absorventes para pessoas em situação de rua de São Paulo.

Juntamente com o Instituto a Nossa Jornada e a pastoral do padre, a vaquinha pretende distribuir 50 mil absorventes.

Por não terem acesso a esse item de higiene pessoal, muitas acabam colocando a saúde em risco usando jornal, meias e panos velhos.

Esses itens improvisados podem causar sérias infecções, sem contar o constrangimento que essas mulheres sofrem todos os meses.

Para apoiar essa ação, clique aqui. Doação pode ser feita em PIX!

Com informações de NE10 e SNB