Professor entrega cartas de ex-alunos escritas há 2 décadas

-
Por Jéssica Souza
Compartilhar
Imagem de capa para Professor entrega cartas de ex-alunos escritas há 2 décadas
Professor entregou cartas de ex-alunos escritas a duas décadas e emocionou a todos - Foto: Divulgação / Colégio Joviniano Barreto

O professor Antero Macedo, 65 anos, reuniu cerca de 500 cartas de ex-alunos escritas duas décadas atrás e entregou aos estudantes num evento que aconteceu no Colégio Joviniano Barreto, em Fortaleza.

O encontro foi uma viagem no túnel no tempo e emocionou a todos que se depararam com cartinhas bem engraçadas e cheias de sonhos e muitas com saudades…

“Os alunos podiam colocar, na máquina do tempo, cartas dos pais e familiares. Houve pais e avós que faleceram. Teve uma aluna que perdeu o pai para a Covid-19, no ano passado, e havia colocado a foto dele”, lamentou.

O projeto

As cartinhas fazem parte do projeto “Máquina do Tempo” idealizado pelo professor de História e Geografia, Antero.

As “cápsulas do tempo” reúne cartas dos anos 2000 a 2014. Na época, os alunos tinham entre 13 e 16 anos.

Tudo começou com um debate em sala de aula sobre “viagem ao tempo”.

“Depois, eu falava: ‘e se eu dissesse que posso levar vocês para viajarem nela?’ Aí eles se encantavam, eu explicava e fazia a proposta para eles escreverem sobre seus sonhos, que eu entregaria a carta anos depois”, completou.

Ainda há mais cartas!

O professor tem em suas “cápsulas do tempo” o total de 1200 cartas. 500 foram entregues neste último encontro, e mais 500 devem ser entregues.

Você também pensou o que teria escrito para você mesmo (a) há 20 anos?

E qual seria sua opinião agora sobre você mesmo há duas décadas?

Será que você gostaria da pessoa que se tornou?

Faria algo diferente? Mudaria rotas? Mudaria planos? Teria feito diferente o que?

A provocação do professor é fantástica e faz o pensamento voar longe…

Que demais!

professor cartas

Alunos deixaram recadinhos e até poster dos ídolos da época. Foto: Arquivo Pessoal

professor cartas

Lorena, hoje com 25 anos, recebeu a carta. Foto: Arquivo Pessoal

Com informações de Diário do Nordeste